Um piercing promete combater uma das dores mais comuns

17/05/17 às 14h26

Sentir dor de cabeça é a queixa de maior frequência nos Pronto Socorros do Brasil. E o problema se agrava quando vira enxaqueca - doença crônica que pode durar dias ou horas, e tem como sintoma enjoo, vômitos e sensibilidade à luz. Em alguns casos a visão pode ficar embaçada e a pessoa pode sentir formigamentos na face e no corpo.

Mas, a cura para essa doença, que atinge milhares de pessoas no mundo, pode estar mais próxima do que pensamos. Isso porque uma técnica conhecida como Daith Piercing promete combater a enxaqueca. O método é bem sucedido com base no local onde o piercing é colocado. A tática é parecida com a acupuntura auricular - terapia milenar que consiste na aplicação de agulhas em pontos específicos do corpo para tratar doenças e para promover saúde.

A técnica Daith Piercing estimula os nervos sob a pele e libera substâncias analgésicas que provocam a sensação de alívio em dores como a enxaqueca. O método já está sendo utilizado por várias pessoas que relatam resultados positivos. "Um minuto depois de colocar o piercing a dor de cabeça passou", disse Lorna Roberts.

Patrick Bogdanich tem um estúdio de piercing e conta que recebe clientes de todas as idades querendo se livrar de enxaquecas. Ainda segundo ele, o número de pessoas querendo aplicar a joia cresceu. "Antigamente fazíamos cerca de meia dúzia de Daiths por ano, agora são muitos por dia", conta.

Bogdanich conta ainda que todos os dias recebe mensagens de clientes satisfeitos. "As pessoas estão me enviando mensagens de texto durante dia e noite falando sobre como eles estão aliviado após o piercing".

Porém, vale lembrar que antes de apostar em qualquer tipo de tratamento, é importante consultar um especialista para analisar os benefícios e perigos. E a neurologista Lucia Altamirano conta que não recomenda a aplicação do produto. De acordo com ela, ainda é cedo para dizer os reais efeitos desse método. "Vou dizer que um estudo sério vai nos dar mais informações, mas neste momento não é realmente cientificamente provado que ela melhora", disse ela.

O que você achou dessa técnica? Teria coragem de usar? Deixe seu comentário abaixo.

Ultra Curioso
Ultra Curioso o acervo de um dos maiores sites de curiosidades brasileiros.
COMPARTILHAR INSCREVA-SE

VER COMENTÁRIOS

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.