A triste verdade por trás de 5 séries canceladas cedo demais

13/09/17 às 15h15

Uma triste verdade que poucas pessoas estão prontas para enfrentar é que todos os programas de televisão eventualmente chegam ao fim. Seja por baixa audiência, por gastos acima do orçamento permitido da emissora ou até mesmo pela falta de interesse do elenco em seguir com a história, as séries sempre encontram sua última cena. A verdade pode ser dura, mas todo o fã acaba por aceitar tal fato. O problema está quando o programa simplesmente termina, sem explicação algum e, pior ainda, sem final.

Para quem tem o costume de acompanhar séries sabe que este tipo de caso é mais comum do que deveria. Algumas vezes, por exemplos, as séries chagam a terminar em um ponto alto da história, exploramos mais o temo na matéria 5 Séries que Foram Canceladas em Momentos Chocantes e Deixaram Todos Sem Respostas. Certamente isso deixa qualquer seriador com vontade de explodir qualquer emissora, especialmente quando ela não informa o motivo pelo cancelamento.

No entanto, a verdade sempre aparece, mesmo que demore um pouco. A seguir, selecionamos algumas séries e explicamos o real motivo por trás de seus cancelamentos.

1 - Witchblade

Criada pela Image Comics, Witchblade ganhou bastante visibilidade desde sua estreia televisiva no começo dos anos 2000 e apesar de atingir um número considerável na audiência, foi cancelada depois de apenas duas temporadas. A princípio, o cancelamento veio sem nenhum motivo razoável, no entanto, mais tarde, surgiram boatos de que a série teria sido interrompida devido à internação da atriz Yancy Butler, a estrela do programa. Ela teria ido para a reabilitação tratar de seu alcoolismo. Embora nunca houve uma nota oficial, os rumores vieram de dentro da TNT, emissora que transmitia a série na época.

2 - Green Lantern: The Animated Series

O caso dessa animação talvez tenha sido um pouco cruel. Primeiro ela foi planejada para aproveitar o filme live action que seria lançado em 2011, só não contava com o fracasso do longa. Devido ao massacre de críticas negativas, vários brinquedos do Lanterna Verde encalharam nas lojas porque ninguém tinha interesse em produtos que estavam relacionados (também) a série animada. Normalmente, os desenhos animados visam à venda de brinquedos, isso é algo que sempre influenciará o programa. Dessa forma, sem mercadoria correspondente para vender, apesar das boas críticas a série animada, Bruce Timm não teve saída a não ser cancelar o programa.

3 - Agent Carter

Sendo uma espécie de spinoff de Capitão América: O Primeiro Vingador, a série de Hayley Atwell nunca teve grandes números de audiência, mas conseguiu conquistar uma boa base de fãs, o que manteve o programa no ar por duas temporadas. Transmitida pela ABC, ela percebeu que o pouco sucesso que a série fazia não era por causa de sua história e sim por causa da atriz. Então, a emissora cancelou Agent Carter e transferiu a Atwell para estrelar outra série, a Conviction, que no final das contas, encontrou o mesmo fim de Peggy Carter.

4 - Batman 1960

O Batman dos anos sessenta, estrelado por Adam West, pode até não ser uma ideia de entretenimento de super-herói para os jovens de hoje, porém, ela é um clássico que merece respeito e que poderia ter tido uma vida mais longa que duas temporadas, caso não fosse um mal entendido.

A ABC não estava mais disposta a manter o programa, então para não haver cancelamento, ela vendeu os direitos à NBC e, durante o hiato entre as emissoras, o set da série foi desmontado. Se recusando a desembolsar a verba para reconstruí-lo, a NBC optou por cancelar o programa de uma vez. A série nem sequer chegou a estrear na emissora.

5 - O Incrível Homem Aranha

A série teve o azar de ainda estar em produção quando a Disney comprou a Marvel. O programa havia sido criado para fazer parte da grade infantil da CW e chegou a ter sua segunda temporada transmitida pela Disney XD. A terceira temporada chegou a ser planejada e no período a Sony havia concordado em devolver os direitos televisivos do personagem para a Marvel. No entanto, como todos sabem, a Sony mudou de ideia e teve os direitos do herói. Sendo assim, isso tornou impossível qualquer um dos lados dar continuidade a história que haviam iniciado. Resultado: cancelamento!

Você sofreu com o fim de alguma dessas séries? Qual outro título cancelado te marcou? Compartilhe com a gente sua opinião.

Via   CBR     FN  
Gabi Noronha
Khaleesi do horror, mantedora da zoeira e entusiasta da cultura pop!
COMPARTILHAR INSCREVA-SE

VER COMENTÁRIOS

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.