Por que as cabras na África sobem em árvores?

13/09/17 às 15h15

Se você já teve a oportunidade de ver alguma foto ou vídeo de uma cabra alpinista, deve ter ficado impressionado com a capacidade de equilíbrio desses mamíferos. Sabemos que cada animal possui uma habilidade própria a cada espécie: eles precisam se adaptar ao ambiente, à oferta ou escassez de alimentos, e dessa maneira são capazes de adquirir aptidões que parecem desafiar a lógica da irracionalidade animal. Pois as cabras sobem em árvores na África.

Na América do Norte e na Itália elas também impressionam por escalar paredões de extrema verticalidade. Como elas conseguem subir até lá? Porque não caem e como conseguem se equilibrar dessa maneira? Mas principalmente, qual é a intenção por trás desse comportamento bizarro e impressionante?

Alimentação

No Marrocos, África, é possível observar grupos inteiros de cabras equilibrando-se em cima de uma única árvore. Eles escolhem uma árvore específica, chamada de Argan, que possui galhos retorcidos e cheios de espinhos. A Argan é responsável por alimentá-las com um fruto que exala um sabor e um cheiro delicioso para as cabras.

Em meio ao clima e vegetação desértica do país, as cabras não veem muita opções ao redor, pelo chão. Quando encontram uma Argan, elas não desperdiçam a oportunidade de se alimentarem bem. Mesmo que seja no topo de um galho que pode chegar até nove metros de altura.

"Subir em árvores é uma característica regional e os animais aprendem isso para buscar alimentos," explica a professora Aurora Gouveia, professora do curso de Veterinária da UFMG, em matéria publicada pelo Uol.

Na realidade, todas as cabras possuem a habilidade para tal feito. O que as diferencia é a necessidade do ato. No Brasil, por exemplo, é incomum ver cabras-escaladoras. Isso porque a maioria delas vive em confinamento.

Mesmo assim, a professora Gouveia atesta que já ouviu relatos de cabras-alpinistas, todas no Nordeste. "Mas nunca nada semelhante ao que vemos no Marrocos", ela esclarece.

Equilíbrio

Andrea Bueno Ribeiro, professora do curso de medicina veterinária da FMU, também explicou para o portal Uol, que essa habilidade se deve a capacidade desses animais em alimentarem-se em posição bipedal, ou seja, as cabras possuem equilíbrio sobre duas patas.

"Elas possuem a capacidade de escalar montanhas íngremes e subir em árvores principalmente quando tentam alcançar um alimento desejado, como frutos e folhas", ela explica.

Anatomia

A anatomia das patas é o que permite às cabras desenvolverem essa habilidade. Os cavalos por exemplo, possuem o casco inteiriço, enquanto as cabras possuem uma divisão, semelhante a dois dedos, que se movem de maneira independente um do outro.

A fenda no casco é uma característica de animais "biungulados". E esse formato proporciona às cabras, uma mobilidade que se adapta com facilidade a terrenos irregulares, além de uma tração aprimorada.

Como essa é uma característica própria das cabras, elas irão desenvolver essa habilidade a um nível mais elevado, se sentirem essa necessidade. Ou se o meio que as cerca exigirem esse tipo de comportamento.

No entanto, "algumas raças pesadas ficam limitadas devido ao peso corporal. Cabras gestantes também não sobem devido ao peso. E os criados em confinamento porque não tem oportunidade", explica a professora Aurora Gouveia.

Além das cabras africanas, foram observadas cabras na Itália escalando paredões com mais de 50 metros de altura no lago Cingindo. As cabras-antílopes, própria da América do Norte, também possui o mesmo comportamento alpinista. Elas também conseguem saltar distâncias de três metros e meio em um único impulso.

O íbex-alpino, que habita a região dos Alpes, na Europa, também são escaladores impressionantes podendo alcançar alturas entre dois a três mil metros de altitude.

Ficou impressionado? Não esqueça de deixar o seu comentário e aproveite também para compartilhar a curiosidade com seus amigos que também adoram o mundo incrível dos animais.

Via   Uol  
Ana Luiza Andrade
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
COMPARTILHAR INSCREVA-SE

VER COMENTÁRIOS

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.