A polícia encontrou um carro abandonado, mas o que tinha dentro vai te deixar sem palavras

29/03/17 às 18h30

Quando a polícia da cidade de Cottonwood, em Alabama (Estados Unidos) realizou uma missão de busca por drogas e armas numa região afastada, descobriu um carro abandonado com algo que nunca imaginou encontrar.

A princípio, parecia que havia cerca de seis ou sete cachorros abandonados utilizando o carro como principal meio de abrigo e proteção. Depois de uma investigação na área, os oficiais perceberam que havia muito mais do que isso ali. Quase 60 animais em estados críticas e claramente com demonstrações de abuso foram encontrados.

Para lidar com os cães abandoados, a polícia entrou em contato com a Humane Society of the United States (HSUS). O grupo que trabalhou no resgate acredita que os cães estavam sendo criados para lutar contra porcos selvagens, como parte de jogos de apostas na região.

A HSUS é organização não governamental dos Estados Unidos fundada em 1954 por Fred Myers, Helen Jones, Larry Andrews e Marcia Glaser. A intenção do grupo é atuar em situações de crueldade com animais para tirar as criaturas das situações de perigo e aplicar estratégias que resolvam o problema.

Quando a equipe de resgate chegou até o local, o que eles encontraram foi um verdadeiro pesadelo. Cachorros magros demais vivendo num estado de completo abandono. De acordo com os funcionários do resgate, os animais pareciam estar sem cuidado por muito tempo e, até mesmo os filhotes, deviam estar sem alimentos por semanas.

"Eu defino essa situação extremamente escandalosa, considerando número de cachorros e a falta de cuidados dos animais. É simplesmente lamentável", declaro Chris Schindler, membro da HSUS.

Os cães foram encontrados desnutridos e com completa necessidade de cuidados médico de emergência. A maioria dos cães encontrados era da raça dogo argentino, mas dois deles eram buldogues franceses e um era um pastor alemão.

Entre os cais encontrados, era possível encontrar sinais claros de maus tratos, até mesmo nos filhotes e nas criaturas mais velhas. De acordo com um dos membros da equipe, era possível ouvir a respiração ruidosa e com dificuldades de algumas criaturas, o que é reflexo de uma situação natural de estresse.

Para os integrantes da equipe da HSUS, ficou bem claro que eles estavam sendo desprezados há tempos e o grande desafio seria conseguir dar cuidados médicos para todos eles. Além disso, com o mau tempo causado pelo inverno rigoroso que os cães enfrentaram, o ideal é que eles sejam tratados com urgência num local adequado.

A princípio os os cães foram resgatados para um abrigo provisório, para saírem das condições precárias em que estavam e serem colocados em ambientes mais seguros e confortáveis, em contato com humanos e veterinários para garantir que sigam uma vida saudável. Mesmo com as condições precárias do abrigo, o grupo acolheu os animais mesmo assim, pois sabia que era a coisa certa para se fazer.

Agora, o grupo deve enviar cada um dos cães para cuidados médicos, com o o objetivo final de encontrar novos lares para os animais, depois que passarem pelos tratamentos de saúde adequados.

Via   YouTube     SF Globe     Little Things  
Imagens YouTube
PH Mota
Jornalista que é um encontro Monty Python e A Praça É Nossa.
COMPARTILHAR INSCREVA-SE

VER COMENTÁRIOS

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.