O que são esses cérebros gelatinosos que amedrontaram a população canadense?

13/09/17 às 15h48

Estão vendo essa coisa medonha aí da foto acima?  Essa "coisa" impressionou um grupo de ambientalistas quando foi descoberto em uma lagoa. Os cientistas o acharam em Vancouver, no Canadá, algo que parece com um cérebro viscoso e que os especialistas nunca tinham visto antes. Ainda não se sabe como a criatura foi parar no lago, mas nós contaremos o pouco que se sabe sobre esse animal.

Encontrar dezenas desses animais na água de um lago não deve ser nada agradável. Esses animais já tinham sido vistos, exclusivamente, a leste do rio Mississip, nos Estados Unidos. E é por isso que os cientistas rejeitaram a ideia de que o animal é exclusivo do rio, como imaginavam antes.

Essa criatura tem como nome científico Pectinatella magnífica, e é uma espécie de briozoários, composto por milhares de minúsculos organismos ligados entre si. Os brizionários estão na Terra há milhões de anos, dizem que habitam o nosso planeta desde antes dos dinossauros.

Existem cerca de 5.700 espécies já registradas, dos quais apenas 50 vivem em água doce. Mas será que eles são inofensivos? Esse animal pode chegar a um diâmetro de até dois metros, o que pode deixar muita gente amedrontada. Porém, os cientistas dizem que não há com o que se preocupar, até porque, o animal contribui com a limpeza da água.

O que deixou os ambientalistas curiosos é a razão pela qual aconteceu a proliferação repentina da espécie. Alguns teorizam que talvez o aquecimento global tem forçado os animais a mudar o habitat natural para sobreviver em outro ambiente, mas isso é apenas uma teoria.

Por outro lado, pode ser que eles sempre estiveram lá, só que nas profundezas das águas, mas só agora ficou tão fácil de detectar essa espécie. No vídeo abaixo vocês podem conferir mais imagens dessa criatura:

Mas e você, já viu algo assim na sua vida? Comente!

Mateus Graff
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
COMPARTILHAR INSCREVA-SE

VER COMENTÁRIOS

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.