O que são e como são formados aqueles rastros nos céus?

13/09/17 às 17h04

Você já se perguntou o que são aqueles rastros brancos que, vez ou outra, aparecem no céu? Bom, talvez não seja novidade muito grande dizer que eles se formam por culpa de aviões a jato que passam por ali, mas muita gente pensa que aquilo é apenas fumaça produzida por seus motores, o que explicaria a aparência e a cor.

Será que é isso mesmo? Ainda existem algumas lendas de conspiração, que dizem que aqueles rastros são resultado da pulverização de produtos químicos colocados nos motores, com o propósito de nos deixar doentes.

Seria um grande escândalo se a verdade fosse essa, mas obviamente, é uma história que não faz sentido nenhum. Enfim, por mais que a fumaça liberada pelos motores realmente tenham algo a ver com este fenômeno, o que vemos no céu não é exatamente isso. Já parou pra pensar que em dias muito frios, conseguimos ver nossa própria respiração? É como se fosse uma fumaça que saísse de nós, e é um processo bastante semelhante ao que acontece no céu.

Os rastros são chamados de "trilha de condensação", que nada mais são do que nuvens que foram criadas a partir da condensação dos gases de exaustão que são expelidos pelos motores de um avião. Acontece que o escape quente e ao mesmo tempo úmido dos motores a jato, se misturam com a atmosfera, onde a pressão e a temperatura de vapor são muito menores que a dos gases expelidos pelo avião, isso em grande altitudes. O vapor que está presente no jato se condensa e pode congelar, e todo esse processo de mistura, forma uma nuvem que é bem semelhante àquela formada pela nossa respiração em dias frios.

Bom, mas a partir daí surge outra pergunta... Por que nem sempre esses rastros aparecem no céu? Para responder isso, é preciso analisar a temperatura da atmosfera e a altitude alcançada pelo avião, pois são esses dois fatores que determinam qual será a extensão, espessura e duração do rastro.

Por exemplo, quando o ar está mais seco, eles podem sumir bem mais rápido, durando poucos minutos ou mesmo segundos, já que evaporam de forma bem mais fácil, já quando está mais úmido, podem durar horas e aumentar suas proporções.

Uma curiosidade acerca disso, é que apenas olhando para as características das trilhas de condensação, podemos fazer pequenas previsões do tempo. Se ela está curta, e dura pouco tempo, indica um bom tempo, com a baixa umidade do ar. Mas se estiver mais grossa e durar por muito tempo, pode indicar que uma tempestade está por vir.

Muito se questiona sobre os impactos ambientais que isso pode causar, sendo que alguns pesquisadores acreditam que essas nuvens podem ser responsáveis por mudanças climáticas. Pesquisas recentes ainda indicam que elas podem ajudar a aumentar o efeito estufa, contribuindo para o aquecimento global, isolando a umidade e gases da atmosfera, mas não existe nada comprovado até o momento.

E então pessoal, o que acharam? Já sabiam desse efeito? Compartilha suas ideias aí com a gente, pelos comentários!

Isabela Ferreira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
COMPARTILHAR INSCREVA-SE

VER COMENTÁRIOS

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.