Conheça o homem que atravessou a Antártida inteira a pé

28/12/18 às 13h20

Colin O'Brady tem 33 anos e sem nenhum tipo de apoio ou ajuda, ele atravessou toda a região gelada da Antártida. Você deve estar pensando: "o que tem de surpreendente nisso, se todo mundo faz isso hoje em dia". A resposta é não, não é todo mundo que faz isso hoje em dia. isso por que o homem tinha um diferencial muito importante, ele cruzou todo o território a pé, e carregando um peso de cerca de 170 quilos.

Para você ter uma ideia do tamanho do desafio, em 2016, o britânico Henry Worsley morreu depois de desistir no meio do caminho da mesma jornada a apenas 48 quilômetros do final. Outro explorador desistiu da missão no pólo sul no ano passado.

Atravessando a Antártida a pé

A caminhada de Colin O'Brady durou ao todo 54 dias. Os desafios de uma jornada como essa são absurdos. A fome, a solidão, o frio e o fato de não conseguir enxergar por causa da neve, acabam sendo um dos maiores empecilhos para completar o percurso. A verdade é que isso era uma competição. O'Brady estava correndo com o britânico Louis Rudd, para ver quem conseguia fazer todo o percurso da Antártida mais rápido. O'Brady ganhou com um empurrão que deu no Natal. Nas últimas 72 horas, ele deu um estirão e começou a correr para a chegada as lágrimas.

"Algo me superou", disse o competidor em uma entrevista por telefone ao jornal The New York Times. "Eu não escutei nenhuma música - apenas trancada, como se estivesse indo até que eu termine. Foi profundo, lindo e foi uma maneira incrível de terminar", concluiu.

Alimentação

O maior empecilho com certeza era a alimentação. Isso por que era muita comida que eles precisavam levar, o que dificulta ainda mais o percurso. Para que tudo desse certo, eles precisavam consumir cerca de 10 mil calorias por dia. Apesar do desperdício, que O'Brady assumiu, ele perdeu muito peso. "Tanto é assim que tenho medo de olhar atentamente para o meu corpo. Meu relógio está começando a deslizar no meu pulso e eu tive que apertar a alça", relatou o homem. O frio também atrapalhou, levando o homem a pregar fita preta no nariz e nas bochechas.

Apesar disso, O'Brady vivenciou momentos bonitos, como o avistamento de um belo arco-iris circular no céu da região.

E aí, o que você achou da história de O'Brady? Comenta aqui com a gente e compartilha nas suas redes sociais.Para você que sonha viver uma aventura algum dia, aquele abraço.

VER COMENTÁRIOS
Via   The Guardian  
Toni Nascimento
Nerd, mas principalmente amante do cinema. Mais em @nascimento_toni
COMPARTILHAR INSCREVA-SE
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.