Conheça o animal com o movimento mais rápido do mundo

19/12/18 às 19h12

O animal que tem o movimento mais rápido do mundo é muito menor do que você imagina. Não, o guepardo não é tão rápido quanto esse pequeno ser, a formiga Drácula (Mystrium camillae). Estudos mostraram que a velocidade do animal é muito maior do que um piscar de olhos.

Provavelmente, você não deve estar entendendo como uma formiga pode correr tanto, mas não estamos falando de correr. Mas sobre a agilidade das mãos, nesse caso das presas ou mandíbulas. Essa formiga mexe a mandíbula 5 mil vezes mais rápido que uma piscada. Se você topar com uma dessas por aí, nós sentimos muito, mas não vai dar tempo nem de abanar a mão para tentar escapar. Antes disso, você já terá sido picado.

Manobra mais rápida do reino animal

A formiga Drácula recebeu o título pelo apêndice animal mais rápido que existe. A velocidade para que uma mandíbula deslize uma sob a outra, é de aproximadamente 0,000015 segundos. Muito mais rápido do que nossas mãos humanas podem operar.

Os cientistas ainda não entenderam como a formiga desenvolveu um membro tão veloz. Mas acreditam que isso tem uma ligação muito particular com questões que se relacionam a caça e a defesa do animal. Ambos extremamente importantes para sua sobrevivência na natureza.

A mais forte de todas

Os cientistas já sabiam da existência de outras formigas-mandíbulas, no entanto, nenhuma delas tem uma velocidade que consiga competir com a da formiga drácula. Em busca da razão que explique essa grande diferença, os cientistas chegaram a conclusão de que a anatomia das mandíbulas podem ser responsáveis pelo seu diferencial.

Para que realize esse movimento, a pressão se acumula entre as mandíbulas que estão juntas. Até que se chega a um ponto de ruptura e elas deslizam uma sob a outra. Além disso, as formigas dráculas também têm os mecanismos de mola e travas que contribuem para sua forma única e veloz. Outros animais que possuem esse mesmo mecanismo, costumam levar muito mais tempo para realizar o movimento.

Os estudiosos acreditam que esse diferencial deve ser resultado do habitat em que as formigas vivem. O local não permite que as formigas abram suas mandíbulas ou façam movimentos muito grandiosos. E essa poderia ser uma das causas para seu movimento rápido e, teoricamente, pequeno. No entanto, esta ainda não é uma certeza e os biólogos seguem em suas pesquisas para entender mais sobre o animal e suas capacidades.

VER COMENTÁRIOS
Leticia Rocha
Estudante de Jornalismo, apaixonada por pequi, vendedora de pão de mel e de tudo que colocar na minha mão!
COMPARTILHAR INSCREVA-SE
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.