8 mitos sobre a Idade Média que todo mundo precisa parar de acreditar

13/09/17 às 16h16

Quando falamos sobre Idade Média, tendemos a acreditar em certas coisas que vieram até nós através dos filmes hollywoodianos. Mas, muitas dessas coisas sobre a Idade Média, podem simplesmente não serem reais, até porque, não é porque estão nos filmes que necessariamente existiram, certo? O período inteiro da Idade Média durou mais ou menos mil anos, desde o século V até o século XV (fim do Império Romano em 476 e o descobrimento das Américas em 1492, respectivamente). Talvez você goste da nossa matéria que mostra 5 tratamentos médicos mais dolorosos da idade média.

Bom, nós resolvemos fazer uma lista de mitos sobre essa época que todo mundo acredita até hoje, são coisas comuns que escutamos por aí e vemos nos filmes, mas que na verdade não passam de mitos. Então, caros amigos, confiram agora a nossa matéria com ps 8 mitos sobre a Idade Média que todo mundo precisa parar de acreditar:

1 - As pessoas não fediam tanto quanto você pensa

Nós estamos cansados de escutar por aí que as pessoas da Idade Média não tomavam banho, mas as coisas não eram bem assim. Na verdade, nessa época, a limpeza do corpo estava associada com a limpeza da alma. Alguns historiadores afirmam que acreditava-se que pessoas sujas erma pecadores, e como o catolicismo imperava, as pessoas tentavam se manter limpas. Tomar banhos públicos era algo completamente normal, inclusive tomar banho junto com os convidados, por exemplo. Já a higiene bucal, as pessoas costumavam escovar os dentes com alecrim queimado, até porque, se hoje, mesmo com anestesia, ir ao dentista não é nada agradável, imaginem na Idade Média.

2 - As pessoas não bebiam só cerveja

Muitos dizem que as pessoas da Idade Média só bebiam cerveja ou vinho, pois a água era imprópria para o consumo. Bom, a Fatos Desconhecidos não tem ideia de onde as pessoas tiraram isso, mas segundo historiadores, realmente isso não passa de apenas mais uma lenda. Na verdade, as pessoas tinham seus métodos para conferir se a água podia ser consumida, porém, eles também consumiam muitas bebidas alcoólicas. Os camponeses bebiam muita cerveja, já o vinho era consumido pela nobreza.

3 - Os cavaleiros eram nobres e verdadeiros heróis

Podemos ver esse estereótipo dos cavaleiros em milhares de filmes já feitos, e até mesmo em livros, porém, eles não eram como a maioria das pessoas imaginam. Quando eles não estavam nas batalhas, eles gostavam de saquear vilarejos, matavam pessoas a troco de nada e tinham fama notória de estuprar mulheres. O tão aclamado seriado "Game of Thrones" mostra mais ou menos como era realidade dos cavaleiros.

4 - Milhares de mulheres foram queimadas na fogueira como bruxas

E quantas vezes vocês já escutaram isso por aí? Bom, na verdade, muitas mulheres consideradas bruxas realmente foram queimadas, mas não nessa época. Essa coisa de "caça as bruxas" não data da Idade Média, mas sim tempos depois, onde atingiu seu pico nos séculos XVI e XVII. Na Idade Média as pessoas negavam a existência de bruxas.

5 - As pessoas não usavam talheres

Oi? Mas como assim as pessoas não usavam talheres? Isso não passa de um grande mito. Para vocês terem uma ideia, os garfos apareceram no Império Bizantino até o século VI. Sendo assim, os talheres já estavam sendo amplamente utilizados na Idade Média.

6 - A expectativa de vida era de apenas 30 anos

Pelo fato da taxa de mortalidade infantil ser extremamente alta por causa das doenças, os indicadores para a expectativa de vida na Idade Média eram baixos. Porém, quando um indivíduo chegava a fase adulta sem "experimentar" tais doenças que matavam crianças, a probabilidade dele viver até os 60 ou 70 anos era alta.

7 - Os vikings usavam capacetes com chifres

Esses capacetes eram realmente impraticáveis e desconfortáveis, principalmente na hora das batalhas. Bom, mas o fato é que foi apenas no século 19 que os artistas escandinavos começaram a colocar chifres em suas representações dos vikings.

8 - Os homens faziam suas mulheres usarem cintos de castidade

Vocês já devem ter escutado milhares de vezes que os homens da nobreza obrigavam suas mulheres a usarem cinto de castidade quando eles iam para as cruzadas. Mas essas coisas de ferro assustadoras, que cobriam as partes íntimas das mulheres, na verdade são um mito. Os "cintos de castidade" na verdade não passam de uma fantasia erótica dos tempos posteriores.

Já conheciam todos esses mitos sobre a Idade Média? Sabem de outro mito que podemos adicionar na matéria? Não esqueça de deixar o seu comentário!

Mateus Graff
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
COMPARTILHAR INSCREVA-SE

VER COMENTÁRIOS

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.