7 terríveis verdades sobre o exorcismo

12/06/18 às 18h34

Um exorcismo consiste em uma cerimonia religiosa que tem por finalidade expulsar demônios do corpo de alguém, ou de algum lugar. O ritual é realizado por uma pessoa devidamente autorizada, por intermédio de orações e rezas. A prática é bastante antiga, e relatos bíblicos dão créditos a Jesus como um dos primeiros exorcistas da história.

Falando nisso, aqui na Fatos Desconhecidos já escrevemos para vocês sobre o tema como os 7 fatos aterrorizantes sobre exorcismos na vida real e sobre os 10 melhores filmes de terror sobre exorcismo. Hoje, listamos para vocês algumas verdades que estão escondidas por trás do ritual e que torna tudo mais cruel. Confira!

1 - A legião dos demônios

De acordo com o professor Greg Carey, o nome Legião, um grupo de demônios que possuem um homem e são expulsos por Jesus, também serve como referência ao exército romano. Os soldados romanos saquearam Jerusalém na época que o evangelho foi escrito. Metaforicamente a Legião de demônios representam as tropas romanas (os 2 mil porcos conduzidos para o mar). Antigas imagens judaicas ligavam o mar a invasores romanos.

2 - Quando estiver na Romênia, faça como os romanos fizeram

A psiquiatra e filósofa, Neel Burton, observou que durante muitas eras a humanidade associou as doenças mentais com demônios e espíritos maléficos. No entanto, se você observa uma condição como a esquizofrenia, é bem possível que você passe a entender o porque. Alucinações, delírios, pensamentos nocivos e caóticos, padrões e agitação pode ser alguns dos sinais e sintomas da doença.

Em 2005, um padre na Romênia presumiu que uma freira, chamada Maricica Cornici estava possuída e então resolveu exorcizá-la depois de Cornici se negar a ingerir água benta. A freira foi amarrada em uma cruz de madeira e amordaçada. No dia 15 de junho daquele ano, Cornici veio a óbito. Os legistas afirmaram que a morte da freira foi provocada por insuficiência aguda cardio-respiratória, asfixia mecânica, traumas e desidratação. E, tudo isso associado a um ataque de esquizofrenia.

3 - Seria melhor ouvir a voz do bom senso

A homossexualidade em muitos lugares do mundo, até mesmo nos dias atuais, é considerada como uma doença mental e um ato pecaminoso.Por isso, para muitas pessoas e líderes religiosos, passível de exorcismo. Nos anos 50 e 60, técnicas de eletrochoques e drogas pesadas eram administradas em pacientes gays por psiquiatras e outros profissionais, enquanto fotos de homens nus eram mostradas. Uma espécie de exorcismo moderno.

Conforme o tempo foi passando, essas técnicas foram abandonadas em muitos lugares no mundo. No entanto, na Chechênia uma jovem lésbica teria sido obrigada por seus familiares a passar por um exorcismo, ou ela poderia ser trancada em um hospital psiquiátrico para sempre. A garota passou pelo procedimento que levou duas horas de orações e cânticos para expulsar seus demônios gays. Logo após a cerimônia, ela teria fingido que estava curada até que pudesse fugir.

4 - Nenhuma simpatia para com os que sofrem

Uma aldeã nicaraguense, Vilma Trujillo, em 2017, passou a ter alucinações, ouvir vozes, e a chorar de forma histérica com frequência. Sua família então procurou um pastor, Juan Rocha, que decidiu que o melhor a ser feito por Vilma era exorcizá-la. Uma vez que a mulher estaria possessa. Trujillo foi levada para uma cabana onde foi amarrada, sofreu lesões por todo seu corpo e ficou sem comer por vários dias.

Segundo o pastor, ele recebeu ordens de Deus para combater o mal com fogo. Trujillo então foi amarrada a uma árvore, ao lado de uma pira, que queimou por cerca de cinco horas. A mulher então não suportando a tortura morreu. Rocha, teria dito a seus parentes para eles não sentirem pena ou amor por Vilma, pois ela era o diabo. O pastor foi então condenado a 30 anos de prisão.

5 - Exorcizando sua própria humanidade

Em 2015, em um hotel em Frankfurt, na Alemanha, onde uma família sul-coreana se hospedou, alegando que sua casa alugada em Sulzbach fosse assombrada, uma tragédia aconteceu. Uma mulher de cerca de 41 anos, estava se comportando estranhamente. Estava agressiva e começou a se autoflagelar.

Seus parentes, incluindo seu filho, começaram a golpeá-la, na tentativa de expulsar os espíritos demoníacos que eles acreditavam estar usando a mulher. A mulher apanhou por pelo menos duas horas, e veio a óbito logo depois. E, aparentemente, a violência era regularmente empregada para supostamente "combater os demônios".

6 - O que Jesús fez

Em 2012, o padre exorcista oficial da cidade de Valladolid, na Espanha, Jesús Hernández Sahagún, a pedido da família, tentou "ajudar" uma adolescente que sofria de anorexia. Seus familiares acreditavam que a menina sofria com assédio de espíritos obsessores. A garota já recebia acompanhamento médico, mas a família resolveu considerar um tratamento espiritual em conjunto.

Cerca de 13 tipos de exorcismos foram realizados. A adolescente foi amarrada e cruzes foram penduradas sobre sua cabeça. Mais tarde, a menina teria tentado suicídio devido aos traumas dos rituais. Em 2015, o padre foi preso por violência de gênero, e os ferimentos e maus tratos a adolescente.

7 - As crenças que estigmatizam

Segundo o neurocientista, Beau Lotto, nossos cérebros evoluíram para ver sentindo em tudo. Dessa forma, eles nos protegem de riscos e incertezas. No entanto, as incertezas e o medo do desconhecido, muitas vezes, nos levam a acreditar e a depositar nossa fé em ideais que podem ser bem perigosos. "Isso influencia as crenças de que alguém é responsável por uma mudança ou negatividade que esteja acontecendo", disse Martin Dawes, porta-voz da UNICEF.

Isso ajuda a explicar o sofrimento de mulheres e crianças acusadas de bruxarias na Nigéria. Ainda segundo a UNICEF, cerca de 20 mil crianças acusadas de bruxaria na capital da República Democrática do Congo, Kinshasa, estavam vivendo em situação de rua. Essas mesmas crianças são as provas reais que o extremismo pode ser muito perigoso.

Então pessoal, o que acharam da matéria? Deixem nos comentários a sua opinião e não esqueçam de compartilhar com os amigos.

VER COMENTÁRIOS
Via   Grunge  
Jesus Galvão
Goiano, Canceriano e Publicitário.
COMPARTILHAR INSCREVA-SE
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.