7 provas que serpentes podem ser piores do que você imagina

13/03/18 às 00h19

Cobras são criaturas fantásticas e ao mesmo tempo temidas. Não é atoa que na grande maioria das vezes elas não são animais queridos. Normalmente, sua imagem está associada com algo traiçoeiro, frio ou venenoso o que faz muitos de nós preferir não chegar muito perto dessa criaturas escamosas.

Apesar disso tudo, muitas espécies de serpentes tem capacidade e habilidades incríveis que deixariam qualquer pessoa impressionada... E com mais medo ainda. Esses animais podem vir em diversos tamanhos. Desde uma pequena cobra com um veneno absurdamente poderoso a uma píton gigante com um abraço fatal.

Com certeza podemos dizer que esses seres venceram as batalha de adaptação. Mesmo sem pernas e braços elas conseguiram escalar e ficar em patamares altos na cadeia alimentar. O que, sinceramente, não é algo que deixa muita gente feliz.

Hoje a Fatos Desconhecidos vai falar um pouquinho sobre esses repteis incríveis e temidos que rastejam por aí. Se você tem ofídiofobia, ou seja, medo de cobras, melhor você não continuar lendo essa matéria... Você pode acabar ficando sem dormir a noite.

1 - Ladra de veneno

Normalmente, uma cobra tem ou não tem veneno. No caso da cobra japonesa Rhabdophis tigrinus, ou Yamakagashi, essa regra não se aplica. Ela desenvolveu uma glândula onde ela pode armazenar veneno, apesar da mesma não produzi-lo. Ela tem uma presa em particular que é bem útil para ela, além de ser um"lanchinho".

Algumas espécies de sapos possuem uma toxina chamada bufadienolides e essa cobra costuma "mastigar" esses sapos e pegar essa toxina para si. As toxinas são armazenadas nas glândulas da cobra e também tem seu efeito aumentado. O corpo da serpente consegue fazer com que a substância fique ainda mais forte para ser usada como defesa da mesma.

2 - Grávida e virgem

Algumas espécies de víboras simplesmente não precisam de um parceiro masculino para engravidar. Em certas ocasiões, já observadas em animais em cativeiro, as células haploides da fêmea se fundem e dão vida a uma cobrinha. Curiosamente, esse não é a única espécie de animal que consegue fazer isso. A mesma situação já foi observada em dragões de komodo, galinhas, perus e tubarões.

3 - Em guerra contra as cobras

Em 1962 em um antropologista foi para Luzon, Filipinas, para descobrir que lá havia uma tribo, literalmente, em guerra com as pítons locais. Essa gigantes escamosas já haviam atacado pelo menos um quarto da tribo inteira. Na época, todo homem da tribo já havia matado pelo menos uma píton.

4 - Boas conseguem sentir seu coração

Cobras constritoras, como as pítons citadas acima, conseguem sentir seu coração batendo. Colocando de outra maneira, se por acaso você for "abraçado" por uma dessas, não adianta fingir de morto... Ela não vai te soltar enquanto seu coração não parar.

5 - Armas militares

Já parou para pensar em como os vietcongues faziam para soldados americanos não entrarem nas redes de túneis subterrâneos que ele construíam? A solução que eles acharam foi bem simples: eles enchiam os locais com víboras do bambu. Eles ainda colocavam elas de tal forma que elas atacavam diretamente o rosto dos soldados.

6 - Cobras com pernas?

Em uma bela noite, um chinês de 66 anos de idade chamado Dean Qiongxiu acordou com algo estranho subindo em sua cama. Quando ele deu uma boa olhada, era um cobra com 1 "perninha" e um pezinho com "garrinhas", tentando compartilhar com ele o colchão.

7 - Assassina "por natureza".

Você já ouviu falar da víbora de Russell? Caso não...  Te apresentamos uma das víboras mais perigosas que existe. Essa cobra do sudeste da Ásia, além de matar centenas de pessoas por ano, também pode te fazer adquirir hipopituitarismo. Se por algum milagre você sobreviver ao veneno da mesma, existe grandes chances de você ter seu libido diminuído e ainda ficar estéril.

E aí, o que achou dessa matéria? Deixe seu comentário e até a próxima!

VER COMENTÁRIOS
Lucas Curado
Não só redator... Como também músico e compositor. Amante de um bom humor ácido e memes.
COMPARTILHAR INSCREVA-SE
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.