7 mentirosos mais bem sucedidos da História

13/09/17 às 15h16

Quem nunca mentiu que atire a primeira pedra. Você pode até tentar seguir uma vida regrada e cheia de verdades, mas vez ou outra você precisa contar ao menos uma mentira, seja para preservar os seus relacionamentos, a sua segurança ou mesmo a própria vida. A verdade faz bem, mas a mentira pode servir como solução para vários momentos.

Levando essa crença a sério demais, essas figuras históricas apostaram em mentiras que podem ter ajudado até mesmo a definir o rumo da humanidade em alguns momentos. Nós decidimos vasculhar o passado para encontrar algumas pessoas responsáveis por mentiras que ajudaram, e muito, a construir coisas importantes em suas vidas.

Confira agora alguns dos mentirosos que conseguiram deixar a sua marca na história, talvez por conta de algumas mentirinhas a mais.

1 - Heródoto

Considerado o Pai da História, Heródoto também poderia ser chamado de Pai das Mentiras, dependendo do ponto de vista. Com um legado importante, ele ficou conhecido por exagerar a verdade de uma forma que ela parecesse melhor. Suas histórias incluem não só exageros sobre alguns fatos como mentiras importantes sobre a história da Grécia, para que a região fosse percebido com mais grandeza.

Enquanto muitos o veem meramente como um estudioso, outros dizem que sua habilidade podia ser um resultado das histórias que conhecia em suas viagens. Ainda hoje, Heródoto é uma das figuras mais importantes da história antiga, ainda que suas palavras não devam ser vistas com tanta confiança.

2 - Jane Calamidade

Órfã desde os 14 anos, Jane Calamidade é uma das mais famosas personagens do Velho Oeste americano. Naturalmente, a mentira fazia parte da vida da mulher. Enquanto ela é conhecida por ser parceira de um famoso cowboy, Wild Bill Hickok, relatos dão conta que ele não tinha nenhum interesse na jovem. Além disso, ela é constantemente listada como batedora dos militares, mas não existem registros dela servindo. Apesar de suas mentiras serem desvendadas facilmente, Jane conseguiu se tornar uma das figuras mais lembradas e amadas de um passado em que as cidades eram pequenas demais para mercenários e criminosos.

3 - Benjamin Franklin

Em vida, Benjamin Franklin declarou que "meia verdade geralmente é uma grande mentira", mas nós sabemos que ele amava mentir. Mesmo os historiadores mais amadores concordam que Franklin mentiu sobre a natureza do experimento que uniu uma pipa e uma chave. Na verdade, a maioria dos cientistas não só defende que isso nunca aconteceu, como aposta que o evento não é possível.

Além disso, Franklin estava entre os primeiros da história conhecido por inventar notícias falsas para provocar o público. Com uma máquina caseira, ele imprimiu um jornal falso, em 1782, com uma história que visava espalhar o terror e revolta contra índios nativos da região.

4 - Henrique VIII

Ao observar a história de Henrique VIII é fácil entender como ele precisou mentir muito durante seu caminho. Ele se divorciou da mulher com quem ficou por 24 anos, promoveu a Reforma anglicana, mandou executar a ex-mulher e se casou com uma nova uma semana depois.

Para fazer tudo isso, ele precisou defender coisas como a falta de validade do próprio casamento, o papel de líder da igreja e outras mentiras extremamente convenientes que os momentos pareciam pedir. Por conta de seu método deveras exótico de governar, Henrique VIII é ainda hoje lembrado como um dos mais importantes reis da história.

5 - Frida Kahlo

Apesar de não ser conhecida por ser uma mentirosa, a artista registrou alguns fatos bem distorcidos. Frida contava que seu pai, Guilermo, era um judeu alemão, o que não era verdade. O fato se tornou popular e foi parar até no filme sobre sua vida, mas não tinha nada a ver com a realidade. Guilermo era uma linhagem de luteranos e só saiu do México porque não se dava bem com a própria mãe.

Frida também declarava que tinha nascido em 1910, ano do início da Revolução Mexicana, quando na verdade seu nascimento acontecera em 1907. Não dá pra saber porque ela inventou essas mentiras, mas a verdade é que elas acabaram sendo aceitas por todos de uma forma natural.

6 - Frank Abagnale

Um dos maiores mentirosos da história ganhou um filme estrelado por Leonardo DiCaprio. Prenda-me Se For Capaz conta a vida de Frank Abagnale, um golpista que começou a atuar ainda na adolescência. Aos 16 anos conseguiu fingir ser piloto de avião e aos 18 se passou por supervisor médico. Mais tarde, fingiu ser formado em Direito em Harvard para conseguir um trabalho como advogado.

O curioso na vida de Abagnale é que tantos golpes acabaram lhe oferecendo uma carreira de sucesso. Ele passou menos de cinco anos na prisão e acabou contratado pelo FBI como consultor em casos de fraudes. A carreira não durou muito, mas serviu para ele dar início a uma vida de sucesso como empresário.

7 - Robert Ripley

Robert Riply foi um famoso empresário e antropólogo que pode ter seu sucesso ligado à inclusão de várias mentiras em seus atos. Em 2012, a revista Vanity Fair listou alguns de suas supostas descobertas de pessoas fantásticas ao longo da vida. Entre elas estavam um homem com chifres, um garoto ciclope, um jogador de golfe sem braços e uma mulher com língua de garfo. Ripley também afirmava ter encontrado peixes que subiam árvores, aves sem asas e galinhas de quatro pernas, só para citar alguns.

Por conta de tantas "descobertas", ele também é apontado como o "Maior Mentiroso do Mundo" por muita gente. Ainda em vida, Ripley se defendia da acusão com uma resposta bem simples e direita: "Não importa o que eu diga, você não vai acreditar em mim."

O que achou dessas mentiras históricas? Você também já contou mentiras que poderiam ser lembradas para sempre? Conte para a gente!

Via   Listverse  
Imagens Listverse NPR
PH Mota
Jornalista que é um encontro Monty Python e A Praça É Nossa.
COMPARTILHAR INSCREVA-SE

VER COMENTÁRIOS

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.