7 maneiras mais grotescas que os pais tratam os filhos ao redor do mundo

13/09/17 às 16h05

Será que você já parou pra pensar na imensa diversidade cultural que existe em nosso planeta? São tantas religiões, hábitos, crenças, leis, enfim... É realmente muita coisa! A questão é que acabamos nos acostumando com o nosso cantinho, a conviver somente com pessoas que possuem os mesmos costumes e pensam do mesmo jeito, tanto que já causa certa estranheza quando você se depara com alguém que tem uma opinião diferente da sua.

E quando falamos da forma com que os pais tratam os filhos? Existem muitas tradições mundo afora que podem até mesmo nos deixar um pouco chocados quanto a isso, já que ter uma criança por perto representa sempre sinal de alegria para nós. Pensando em situações do tipo, separamos 7 maneiras que são no mínimo, estranhas, mas que fazem parte da tradição de cada país. Dá uma olhada!

1 - Mania de exibição

Um grupo étnico chamado Manchu e que fica localizado na China, tem uma mania bem estranha de comemorar a chegada de seus bebês. Não é estranho fazer algumas comemorações entre famílias mesmo, mas esse grupo vai um pouquinho além. Em suas comemorações eles fazem um tipo de exibição dos órgãos genitais das crianças, sendo que as meninas recebem cócegas mais suaves, e os meninos, cócegas um pouco mais fortes.

Regiões de países como o Japão, Índia e Tailândia tem algumas práticas bem parecidas. O curioso mesmo é que atos do tipo não são considerados pelos grupos como sexuais, mas os beijos sim. Por isso é que os pais Manchu nunca beijam seus filhos, nem mesmo no rosto.

2 - Cuspir no bebê

Um grupo encontrado na Mauritânia, país africano, acredita que a saliva humana pode abençoar os recém-nascidos. As mães tem o costume de cuspir, em grande quantidade, no rosto do bebê, enquanto o pai faz a mesma coisa em seu ouvido, em seguida, todo a saliva é espalhada em sua cabeça, pois supostamente, só assim o bebê pode crescer em paz.

3 - Mergulham o bebê em água gelada

O que você faria pra livrar um bebê do calor? O deixaria com roupas mais leves e frescas? Bom, é uma boa solução, mas em algumas países em que o calor é intenso, as mães costumam dar banhos de gelo em seus pequenos. Na Guatemala, por exemplo, muitas mães tem esse hábito, e por mais que o bebê berre o tempo todo, elas insistem que esta é a melhor forma de livrá-los do calor, com a desculpa de que logo depois conseguem dormir, e ainda cura a erupção cutânea, que são inflamações ou vermelhidão na pele.

4 - Não pode tocar no chão

Existem muitas cerimônias estranhas ao redor do mundo. Os balineses por exemplo, acreditam que a placenta do bebê é um tipo de anjo da guarda e por este motivo, costumam enterrá-la sempre em um cemitério especial. Ainda há uma proibição para bebês com menos de 3 meses, que diz que eles não podem, em hipótese alguma tocar o chão, porque isso os tornaria impuros. No entanto, logo após completarem os 3 meses, a família faz uma cerimônia para a criança, fazendo com que ela entre em contato com a terra pela primeira vez na vida.

5 - Bolo na cara

Existe uma tradição irlandesa que rege o batismo do primeiro filho de um casal. Sempre é feita uma festa, que parece ser bastante normal, mas, acontece que o bolo do batizado é feito em algumas camadas, sendo que a parte superior é servida para os convidados, e algumas migalhas são jogadas na testa do bebê, com a intenção de abençoá-lo e também trazer boa sorte.

6 - A gravidez chinesa

A china é um país com culturas totalmente diferentes das nossas, e possui algumas restrições durante a gravidez de uma mulher. Quando ela engravida, não pode fazer nenhuma fofoca, pensar coisas ruins ou se irritar, sem contar que não pode sentar torta em cadeiras, pois isso poderia deformar a criança. Também não pode olhar para cores muito fortes e deve sempre comer alimentos de cores claras, para que o bebê nasça tão claro quanto. Tudo isso como formas de evitar algum problema com a criança durante o período de gestação...

7 - Corrida de bebês

A Lituânia organiza corridas de bebês uma vez por ano, para descobrir qual deles é mais rápido do país. O evento conta com apoios de patrocinadores e tem um grande público todo ano. As crianças são colocadas em uma espécie de pista, e quando é dada a largada, os pais ficam do lado contrário, tentando atraí-las com objetos ou brinquedos que elas gostam. As pessoas acabam se divertindo muito com a reação dos pequenos, e acontece também em outros países. Bom, aos nossos olhos, essa seria a mais normal das tradições.

E então pessoal, o que acharam? Conhecem alguma outra que não foi citada na matéria? Diz aí pra gente nos comentários!

Isabela Ferreira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
COMPARTILHAR INSCREVA-SE

VER COMENTÁRIOS

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.