7 coisas que Harry Potter fez depois do fim dos livros

13/09/18 às 17h49

O universo de Harry Potter sempre será mantido vivo pelos fãs. Por mais que os livros e os filmes tenham chegado ao fim há alguns anos, o mundo mágico recebe com frequência novos leitores e espectadores. Dessa forma, não faltam teorias, fãs artes, reclamações, fanfics e muito debate sobre a história e seus personagens. O melhor de tudo é que a própria J.K. Rowling alimenta ainda mais o interesse dos fãs. Depois de Harry Potter e as Relíquias da Morte, as pessoas pediram uma continuação, mesmo que menor.

Apesar do cabuloso epílogo de dezenove anos, os fãs desejam saber o que aconteceu com os personagens depois da tempestade. Assim, um tempo depois, Rowling aprovou a peça Harry Potter e a Criança Amaldiçoada, escrita por Jack Throne e John Tiffany. A história continua a acompanhar a vida de Harry, Hermione, Rony e companhia, todos já adultos e com família formada. Embora a aprovação não tenha sido unânime, a peça foi uma oportunidade para sabermos como nossos heróis ficarão no futuro. Então, a partir dessa história, separamos algumas coisas que Harry fez após o término da saga.

1 - Chefiou o Departamento de Execução da Magia

A revelação veio com o lançamento da peça Harry Potter e a Criança Amaldiçoada. Descobrimos então que ele não apenas trabalha no Ministério da Magia, como também é responsável por chefiar o Departamento de Execução da Magia. E seus amigos o acompanharam, Hermione como a Ministra da Magia e Rony exercendo o cargo de um auror.

2 - Conseguiu um Vira-Tempo mais poderoso

Em O Prisioneiro de Azkaban, de alguma forma, Hermione consegue frequentar todas as aulas do semestre, inclusive as que são ministradas no mesmo horário. No terceiro ato, ela revela a Harry que Dumbledore lhe concedeu um vira-tempo, um objeto mágico que lhe permitia voltar algumas horas no passado do mesmo dia. Já em A Criança Amaldiçoada, Harry ganha de Theodore Nott uma versão ainda mais poderosa do objeto. Com o artefato, o bruxo é capaz de voltar anos no passado.

3 - Manteve contado com Duda Dursley

Harry nunca se deu bem com a família Dusley. Desde criança ele foi criado como um estranho na casa, mantido à parte do convívio social de seus integrantes. A situação piorou quando ele passou a frequentar Hogwarts, o que tornou tudo ainda mais extremo. No entanto, mesmo com todos os motivos para se manter afastado, J.K. Rowling revelou numa entrevista em 2007, que os dois mantêm contato. Eles se encontram casualmente para que seus filhos possam brincar juntos e experimentar um tempo sendo apenas primos.

4 - Ele nunca se graduou

Harry bem que tentou, mas todo ano letivo seus estudos eram interrompidos por Voldemort. Mesmo na dificuldade, ele conseguiu arrastar suas atividades, contando com a compreensão dos professores e a ajuda dos amigos, em particular da Hermione, claro. Hogwarts foi para os ares logo no ano da formatura. Com toda a confusão desencadeada em Relíquias da Morte, as aulas foram canceladas. Porém, enquanto muitos de seus colegas voltaram para a escola em busca da graduação após a resolução da história, Harry decidiu seguir outro caminho.

5 - Se recusou a salvar Cedrico Diggory

Com o presente de Theodore Nott, Harry poderia muito bem ter voltado no tempo e salvado Cedrico Diggory, mas não o fez. O Torneio Tribruxo em si foi já foi tenso demais para Harry, evento que apenas se agravou com os acontecimentos da prova final. Cedrico foi morto por Voldemort, na noite em que ele recuperou a forma de seu corpo. Aquele dia assombrou Harry desde então. Junto ao fato, ao lado de Hermione, ele aprendeu que, por mais tentador que seja, não devemos alterar o passado pois as consequências são refletidas no futuro.

6 - Fez as pazes com Draco Malfoy

Harry e Draco nunca se deram bem nos tempos de Hogwarts. Draco era cheio de preconceitos e inescrupuloso, enquanto Harry tinha um julgamento unilateral de sua pessoa. A relação entre ambos mudou na fase adulta. Depois de muitas conversas, eles se entenderam ao ponto de seus filhos serem amigos e entrarem em mais confusão que eles.

7 - Morreu

Em A Criança Amaldiçoada, Alvo, o filho de Harry, e Escórpio Malfoy, filho de Draco, voltam no tempo. A intenção dos dois amigos é fazer o possível para salvar Cedrico, mas, claro, o plano dá muito errado. Em uma das tentativas, Cedrico é humilhado publicamente. Depois da vergonha, ele se junta aos Comensais da Morte e desanda os eventos de vez. Na Batalha de Hogwarts, ele mata Neville, o que significa que este não pôde matar Nagini, o que, em consequência, resultou na morte de Harry pelas mãos de Voldemort. Ou seja, nessa realidade alternativa criada pelos dois amigos, Harry deixou de existir mais cedo que o previsto. Claro, no fim da história, tudo volta ao normal.

Via   SR  
Imagens Time PM DC DC Youtube HPW
Gabi Noronha
Resumindo, é basicamente isso! Mais aventuras em Instagram: @gabinoronhaf
COMPARTILHAR INSCREVA-SE
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.