7 coisas irritantes que acontecem e as explicações por trás delas

17/12/18 às 18h52

Todos os dias, milhares de coisas acontecem conosco. E muitas delas, a maioria de nós nunca parou para se perguntar porque acontecem. Ou sequer tenhamos percebido que às vezes sejam tão recorrentes quanto são. Por exemplo, você já percebeu que quanto mais atrasado para sair de casa você está, mais difícil se torna para encontrar suas chaves?

Alguns desses fenômenos podem ser cientificamente explicados, incluindo aquela terrível dor de bater o dedo mindinho em alguma coisa que insistem em aparecer no caminho. Pensando nisso, trouxemos para vocês algumas das coisas mais irritantes que nos acontecem e as possíveis explicações para elas continuarem a se suceder. Confira!

1 - Por que nosso suor cheira mal quando estamos estressados?

Quando estamos estressados, as glândulas apócrinas trabalham mais rapidamente, liberando suor. Tal suor contém mais nutrientes, proteínas e lipídios do que o suor produzido pelas glândulas écrinas, que contém apenas sal e água. Tais nutrientes acabam se tornando um banquete para as bactérias vivendo dentro e ao redor de nosso poros. A quebra desses elementos acaba liberando o mal odor.

2 - Por que é mais difícil acordar quando ativamos o modo soneca?

Quando adormecemos novamente, iniciamos um novo ciclo de sono. Leva-se cerca de 100 minutos para completar o ciclo, e se ele dura menos do que isso, a fase não se concluirá. De tal forma, a melhor maneira para começar o seu dia é acordar e se levantar no primeiro alarme.

3 - Por que o barulho das pessoas comendo nos incomoda tanto?

Esse incômodo possui um termo científico, misofonia, que é a reação aos barulhos comuns, como mastigar, estalar os lábios ao falar, alguém assobiando etc. Cerca de 20% das pessoas ao redor do mundo sofrem de misofonia. Diversas partes do cérebro são acionadas quando tais barulhos acontecem. A má noticia é que a misofonia não tem cura, e por isso, a única coisa que pode ajudar é se afastar dos ruídos que ocasionam o incômodo.

4 - Por que nossa voz fica tão diferente quando a gravamos?

Quando estamos falando, ouvimos uma mistura de sons que vêm do ambiente através do canal auditivo externo, do tímpano e do ouvido médio, até a cóclea. Quando estamos ouvindo uma gravação, ouvimos apenas aqueles sons transmitidos pelo ar, a outra parte dos sons desaparece. Por isso, estranhamos a voz, devido a falta de costume com ela dessa forma.

5 - Por que os olhos ficam vermelhos nas fotos?

Muitas vezes, as pupilas não se contraem quando alguém tira uma foto nossa usando o flash. O vermelho dos olhos nada mais é do que a luz refletindo os vasos sanguíneos da retina. Os olhos dos animais podem ter cores diferentes devido a uma camada refletora que melhora a visão noturna.

6 - Por que não conseguimos encontrar nossas chaves com facilidade?

Se com alguma frequência você não consegue encontrar suas chaves, talvez você não esteja utilizando sua memória operacional, que é um tipo de memória a curto prazo, especialmente quando chega em sua casa e coloca suas chaves em algum lugar. E é por isso que você não consegue se lembrar onde você as colocou e se inicia uma verdadeira caçada ao tesouro em busca delas.

A melhor forma de evitar que isso aconteça é estipular um local para guardar tais itens, para que você sempre saiba onde estão.

7 - Por que bater o dedo mindinho dói tanto?

Por conter muitos receptores nervosos e pouco tecido para protegê-los, uma pancada na região atinge nossos ossos, vasos sanguíneos e nervos. Por esta razão, isso tudo é tão doloroso.

Então pessoal, o que acharam da matéria? Deixem nos comentários a sua opinião e não esqueçam de compartilhar com os amigos.

VER COMENTÁRIOS
Jesus Galvão
Goiano, Canceriano e Publicitário.
COMPARTILHAR INSCREVA-SE
As categorias Terror, Sobrenatural, CreppyPasta e entretenimento tem o único objetivo de entreter. Não devem ser utilizadas como fontes de artigos científicos ou trabalhos escolares.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.