5 armas mais inúteis e sem noção dos super-heróis

20/06/17 às 18h16

Parte integrante do que é o super-herói, as armas são uma extensão dos poderes de muitos deles, tanto que alguns possuem armas de dar inveja a muita gente. Das mais poderosas até as mais fracas, as armas concedem a alguns personagens poderes ou habilidades impares, vide o caso do Arqueiro Verde: sem o seu arco lhe restaria apenas o combate corpo a corpo e contra algum inimigo super poderosos isso não seria suficiente (muitas vezes, nem mesmo as flechas são).

Outro herói conhecido que se faz forte por conta de suas armas é o próprio Batman. O Homem-Morcego ficou muito conhecido pelo mundo todo por ser um herói que, apesar de não ter super poderes, sempre foi capaz de enfrentar desafios grandiosos de igual para igual com qualquer membro da Liga da Justiça. As armas dos quadrinhos, entretanto, nem sempre são eficientes como as do cinto de utilidade do Batman. Na verdade, algumas podem ser bem inúteis. Confira cinco delas aqui.

1 - Flecha com luva de boxe

O Arqueiro Verde não poderia ficar de fora desse lista. O personagem, que assim como o Batman não possuí nenhuma habilidade especial, depende muito de sua arma principal que é o arco e flecha. Uma coisa que chama a atenção são os aparatos que ele acopla na ponta de suas flechas; de pontas explosivas às clássicas flechas perfurantes. Em um certo episódio da série animada da Liga da Justiça ele se supera e coloca um luva de boxe na ponta de uma flecha. Sim, olha a imagem. Isso é bem ilógico pois é nítido que uma luva de boxe tiraria toda a aerodinâmica do projetil.

2 - Batarangs antigos

Por mais que o Batman seja conhecido por suas armas incrivelmente úteis, nem sempre foi assim. Nos tempos mais antigos da Detetive Comics, o Homem-Morcego usou alguns outros adereços nem tão funcionais assim, como alguns tipos de Batarang. A arma, como o próprio nome diz é um boomerang, mas o que lhe deixa mais inútil são os aparatos acoplados nestas. Câmeras, bombas e até uma corda. Ainda bem que isso foi deixado para atrás.

3 - Campainha elétrica

Durante muitos anos essa arma foi utilizada pelo Coringa, algo que remente muito ao que é o personagem: um palhaço. O adereço, que ficou conhecido como uma forma de pegar uma peça nas pessoas dando um leve choque na mão de quem apertasse a campainha, foi modificado pelo Coringa durante a era de ouro e servia como arma de atordoamento, visto que a carga elétrica descarregada pela arma era equivalente a 200V. Mais tarde uma nova versão da arma foi criada pelo palhaço de Gotham; essa muito mais poderosa podendo dar um choque de 50.000V e fritando qualquer um em questão de segundos. No entanto, a arma se faz inútil por um simples motivo você teria que apertar a mão do Coringa e, bom.... isso não me parece uma boa ideia, com ou sem campainha.

4 - Cinto de utilidade de abelhas

Outro personagem a ter um cinto de utilidade é  o Abelha Vermelha - não a versão atual, mas aquela mais antiga, da era de ouro. Alter ego de Rick Raleigh, o personagem decidiu que iria combater o crime com um cinto de utilidade cheio de abelhas. Como você pode imaginar, sua técnica se resumia em uma coisa: libertar as abelhas em cima de seus inimigos para que elas os derrotassem. Mesmo com uma arma maravilhosa como essa, a versão do Abelha Vermelha de Rick Raleigh fez apenas mais duas aparições discretas desde o seu lançamento em 1940: uma nos anos 80 e outra na década seguinte.

5 - Repelente de vilãs femininas

Felizmente, esta pérola só apareceu uma única vez, e convenhamos, é bom que nunca mais volta. Bat-desculpas por isso.

 

Via   screenrant  
Imagens screenrant
Fabio João
Acadêmico de jornalismo em formação, nerd inveterado, não importa se é Marvel ou DC o que importa é o fan service.
COMPARTILHAR INSCREVA-SE

VER COMENTÁRIOS

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.