10 novas espécies descobertas na Floresta Amazônica

05/09/17 às 18h20

Felizmente, um tribunal suspendeu o polêmico decreto do governo temer, onde dava de mãos beijadas a reserva Renca para a mineração. E em uma época oportuno, um relatório do órgão de conservação WWF em conjunto com o Instituto Mamiraua para o Desenvolvimento Sustentável do Brasil afirmou que uma nova espécie era descoberta a cada dois dias na Amazônia. Ricardo Mello, coordenador do programa WWF Brasil Amazon, afirma que encontrar centenas de espécies na Amazônia é uma prova de que ainda há muito o que descobrir na região.

Para vocês terem uma ideia, foram catalogadas pela WWF 216 novas espécies de plantas, 93 de peixes, 32 de anfíbios, 19 de répteis, uma ave, 18 mamíferos e dois mamíferos fósseis. Ao todo, caros amigos, são quase 400 espécies descobertas nos últimos tempos. Tendo isso em mente, a Fatos Desconhecidos resolveu fazer uma lista de algumas espécies que foram descobertas na Floresta Amazônica, confiram:

1 - Tolmomyias sucunduri

Seu nome vem do grego, e significa "papa-moscas ousado do Sucunduri". e essa pequena ave costuma viver em pares. A espécie foi encontrada em Sucunduri, no município de Apuí, no Amazonas, entre os rios Canumã, Sucunduri e baixo Tapajós. Já foi considerada uma subespécie de bico-chato-da-copa, a Tolmomyias assimilis sucunduri.

2 - Hypocnemis rondoni

Um pequeno pássaro com  belas e distintas cores, o nome do cantador-de-rondon foiado é em homenagem ao antropólogo, indigenista e explorador brasileiro, Marechal Cândido Mariano da Silva Rondon.

3 - Laimosemion ubim

Esse peixe foi encontrado na Amazônia Central, nas margens de um igarapé. Quando esse peixe chega na fase adulta, ele pode chegar a ter 1,8 cm, com várias características reduzidas. Os machos, por exemplo, tem um padrão único de coloração, com pontos vermelhos e azuis pálidos de ordem irregular no meio do flanco.

4 - Maratecoara gesmonei

Enquanto o peixe que acabamos de citar foi encontrado em um igarapé de terra firme e água preta, o Maratecoara gesmonei foi achado em uma simples poça temporária com cerca de 50 cm de profundidade. A poça estava em uma ilha fluvial no médio do rio Xingu, no Pará.

5 - Inia araguaiaensis

A Amazônia é famosa pelos seus botos, e não é de surpreender que uma nova espécie de boto poderia ser descoberta. Essa nova espécie foi descrita ainda em 2014, devido a uma análise de carcaças encontradas em um lago da bacia do rio Araguaia.

6 - Macaco zogue-zogue-rabo-de-fogo - Plecturocebus miltoni

Esse macaco de nome engraçado foi descoberto no noroeste do MT, em dezembro de 2010, mas teve a publicação do artigo científico concluído em 2014. O nome veio da sua cauda longa e avermelhada. A alcunha científica foi dada em homenagem ao cientista Milton Thiago de Mello, pela sua contribuição à primatologia.

7 - Plica kathleenae

Essa é uma espécie de lagarto corredor de tronco de árvores, e teve seu nome escolhido em homenagem a Kathleen Kelly, pesquisadora da Divisão de Anfíbios e Répteis do Field Museum of Natural History, por ter tido interesse e esforço em nome da herpetologia.

8 - Microcaecilia marvaleewakeae

Esse animal foi descrito ainda em 2013, é uma espécie nova de cobra-cega. Esse nome é uma homenagem ao professor Marvalee H. Wake, do Departamento de Biologia Integrativa da Universidade da Califórnia, Berkeley.

9 - Epictia antoniogarciai

Uma espécie de cobra descoberta no ano de 2015, na província de Jaén, no Peru. A Epictia antoniogarciai é da família de cobras-cegas Leptotyphlopidae, e tem o costume de passar a maior parte do tempo em baixo da terra ou de pedras, talvez seja por isso que eles tem olhos tão rudimentares.

10 - Stenocercus albolineatus

O Stenocercus albolineatus é uma espécie de lagarto que foi descoberto no ano de 2015, no Estado do Mato Grosso. O lagarto costuma viver em uma área com um grande planalto de arenito.

E aí, depois de ver todas essas espécies que foram descobertas nos últimos anos na Amazônia, acha um verdadeiro pecado entregar a reserva Renca para a mineração? Comente!

Mateus Graff
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
COMPARTILHAR INSCREVA-SE

VER COMENTÁRIOS

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.