10 coisas que você nunca soube sobre os verdadeiros ninjas

13/09/17 às 15h19

Os ninjas, hoje em dia, são um famoso elemento da cultura pop amado por muitos. Nascidos em clãs de assassinos e criados em ambientes sombrios, especializados em crimes, espionagens e assassinatos, os poderosos guerreiros japoneses fazem parte das mais variadas obras. Recentemente podem ser vistos na série Demolidor ou na nova saga das Tartarugas Ninjas nos cinemas.

Com tanto conteúdo para ser consumido, é como se todo mundo soubesse praticamente tudo sobre os ninjas. Tirando um pequeno detalhe: as coisas que conhecemos sobre eles na ficção estão bem distantes das versões reais dos guerreiros. Na verdade, os ninjas que habitaram o Japão medieval eram bem diferentes dos que conhecemos com base em boa parte das histórias produzidas no século 20.

Para desvendar os mitos, separamos algumas das coisas que todo mundo acredita, mas são verdades.

1 - Mitos

1

Os verdadeiros ninja sumiram com o fim da era dos samurais, no século 19, depois que o Japão se modernizou. Apesar dos ninjas da ficção existirem desde a época dos originais, a moda de produções no Japão só começou a partir de 1900. Livros sobre o assunto começaram a ficar popular e entre as década de 10 e 70, publicados por amadores e autores renomados. As obras eram criadas com fatos falsos que acabaram sendo transferidos para os Estados Unidos, quando a moda dos ninja explodiu em 1980.

2 - Era de Ouro

2

Os ninjas estavam em evidência no mundo real principalmente entre os séculos 15 e 16 quando o Japão estava repleto de guerras. Depois do ano 1600, a paz começou a reinar em grande parte do território japonês, quando o declínio dos ninjas começou a ser percebido pelo país.

3 - Registros históricos

3

Existem poucos registros oficiais dos ninjas antes do período de paz no Japão. Somente na época de mais paz no país, os clãs ninja começaram a gravar documentos com suas habilidades. O mais famoso documento publicado sobre o tema, e considerado a Bíblia Ninja, é conhecido como Banshenshukai e foi escrito em 1676. Além desse, existe uma estimativa de 400 a 500 manuais pelo Japão, vários ainda mantidos em segredo.

4 - Conflito com samurais

4

Várias produções da ficção retratam os samurais e ninjas como inimigos. Na verdade, os ninjas podiam fazer parte de qualquer clã de guerreiros, incluindo os próprios samurais. Os samurais eram guerreiros nobres, que serviam lordes feudais em funções administrativas ou militares. Já os ninjas, eram mercenários contratados para serviços clandestinos, podendo servir os próprios nobres samurais.

5 - Shurikens

5

As shuriken são as famosas estrelas de metal lançadas pelos ninjas. Apesar de conhecida nas obras de ficção, a popular arma era reconhecida por ser um recurso secreto ensinado nas academias de treinamento samurai. A arma só foi relacionada com os ninja a partir da popularização dos livros, quadrinhos e animações do século 20.

6 - Máscara ninja

6

Na cultura pop, dificilmente os ninjas são vistos sem máscara. Na vida real, porém, não existe nenhum registro do recurso como parte da vestimenta dos guerreiros. Surpreendentemente, os antigos manuais ninja mostram que eles não utilizavam máscaras. É verdade que eles utilizavam recursos para esconder o rosto quando precisavam se esconder de um inimigo ou vestiam bandanas similares quando estavam trabalhando juntos em grupo, mas nada como as máscaras que cobriam completamente o rosto.

7 - Espadas

7

As espadas utilizadas pelos ninjas são extremamente famosas hoje em dia, utilizadas até mesmo como objetos de decoração. No Japão antigo, porém, essas espadas não faziam parte da cultura dos ninjas. Os guerreiros até utilizavam espadas, mas não eram como as tradicionais japonesas de lâmina linear, apenas espadas comuns.

8 - Jutsus manuais

8

Ninjas também são famosos por seus poderes secretos feitos por gestos manuais. Os símbolos são chamados de kuji e não possuem conexões reais com os verdadeiros ninjas. Os kujis provavelmente se originaram na India e foram levados para a China e o Japão. Os gestos eram utilizados para afastar o mal, assim como muitos cristãos fazem hoje em dia com o sinal da cruz. Mais uma vez, a relação do hábito com os ninja só aconteceu a partir do século 20.

9 - Assassinos

9

Os ninjas são reconhecidos principalmente por suas habilidades de assassinato, aprendidas ainda na infância e na juventude em clãs e academias especiais. Não é que os ninjas não matavam pessoas, mas eles eram utilizados principalmente em missões de operações secretas, espionagem, invasões, etc. Os casos de assassinato eram tratados como secundários e somente mencionados nos manuais de forma bem rara.

10 - Ninjas

10

Os documentos antigos mostram que os ideogramas para ninja eram lidos como shinobi, uma versão reduzida da expressão shinobi-no-mono. A palavra ninja só se tornou popular no século 20, como uma leitura baseada na leitura crítica dos símbolos a partir do chinês.

Já sabia dessas verdades por trás dos mitos de ninjas? Qual informação você mais gostou? Deixe para a gente nos comentários.

PH Mota
Jornalista que é um encontro Monty Python e A Praça É Nossa.
COMPARTILHAR INSCREVA-SE

VER COMENTÁRIOS

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.