Por que os carros elétricos ainda não invadiram as ruas?

15/05/17 às 15h22

Um veículo elétrico utiliza propulsão por meio de motores elétricos, e é composto por um sistema primário de energia, uma ou mais máquinas elétricas e um sistema de acionamento e controle de velocidade ou binário. Infelizmente, a grande maioria dos automóveis são movidos por combustíveis (álcool, gasolina e diesel), e isso faz com que esses motores de explosão emitem muitos gases poluentes.

Já os carros elétricos são veículos denominados "zero emissões", por terem um meio de locomoção não poluente, eles não emitem nenhum tipo de gás que possa ser nocivo ao meio ambiente. Mas se eles são menos poluentes para o meio ambiente, por que não deixamos de usar os carros movidos a combustíveis e passamos a usar os carros elétricos?

Para vocês terem uma ideia, no ano de 2014, o Brasil já tinha um automóvel para cada 4,4 habitantes, um número considerável e que preocupa as pessoas quando falamos de poluição. Bom, um dos fortes motivos que podem ser a resposta para os carros elétricos não estarem nas ruas é a limitação tecnológica da autonomia oferecida pelas baterias disponíveis no mercado. Enquanto um carro movido a gasolina, diesel ou álcool pode ter autonomia de 600 km, um carro elétrico tem autonomia de apenas 250 km. Ou seja, se você for fazer uma viagem de 1000 km, terá que "abastecer" seu carro elétrico 4 vezes, enquanto o carro a gasolina apenas 2. Por falar em carros, vocês já leram a nossa matéria com as 18 imagens que mostram a evolução dos carros mais icônicos de todos os tempos?

Outro forte motivo que pode ter feito com que os carros elétricos não "entrassem na moda", é como "abastecer" esses carros. Lembrando que as baterias dos carros precisam de energia, mas como gerar essa energia? É preciso ter algum tipo de usina para gerar tal energia. Boa parte da energia que usamos é gerada a partir de grandes usinas hidrelétricas, usinas nucleares e usinas termelétricas a base de combustíveis fósseis. Sendo assim, os carros elétricos poderiam até acabar com a emissão de gases dos veículos, mas consumiriam tanta energia que apenas os países com usinas hidrelétricas e nucleares iriam se dar bem.

O Brasil é um país privilegiado nesse quesito pelo fato de ter grandes usinas hidrelétricas, mas infelizmente elas estão sobrecarregadas. Estando sobrecarregadas, elas aumentaram a demanda de produção de energia produzida pelas usinas termelétricas e a criação recente de bandeiras para uma melhor cobrança dos usuários.

Mas então qual seria a solução para passarmos a usar apenas os carros elétricos? Uma boa pedida seria fazer motores híbridos ao invés de motores apenas elétricos, do jeito que os carros seriam equipados com motores elétricos para a atração dos veículos, fazendo a substituição dos motores de tração que usam combustíveis fósseis. Tais motores seriam equipados com uma bateria, só que essa bateria seria recarregada com motores de explosão menores, e consequentemente menos poluentes.

Já até existem veículos híbridos no mercado, mas isso é apenas um começo. Bom, antes disso tudo acontecer, precisamos ter em mente que é preciso chegar a um desenvolvimento tecnológico avançado, de uma maneira que seja possível substituir em grande escala as usinas termelétricas por usinas a fusão nuclear, aí sim as ruas poderão encher de carros completamente elétricos.

E aí, sabem de mais algum motivo que faz com que os carros elétricos não tomem conta das ruas? Comentem!

Mateus Graff
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
COMPARTILHAR INSCREVA-SE

VER COMENTÁRIOS

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.