Pela expressão do seu rosto, podemos dizer se você é rico ou pobre. Descubra

02/08/17 às 20h03

Vocês acreditam que é possível saber se uma pessoa é rica ou pobre analisando apenas as suas expressões faciais? De acordo com uma nova pesquisa isso é possível, e a equipe que realizou o estudo afirma que isso poderia até explicar como os preconceitos ajudam a manter os ciclos de pobreza.

É fácil saber se uma pessoa é rica ou não, basta ver quais roupas ela veste ou que carro anda, e até mesmo os lugares que frequenta pode dizer muito sobre a situação financeira de uma pessoa. Alguns psicólogos da Universidade de Toronto descobriram que as pessoas são moderadamente precisas em saber se uma pessoa é mais rica ou mais pobre do que a média apenas analisando uma imagem do seu rosto inexpressivo.  Analise a imagem abaixo e tire suas conclusões.

"Isso indica que algo tão sutil quanto os sinais em sua face sobre sua classe social podem perpetuá-la", afirma Thora Bjornsdottir, uma das autoras do estudo. "Essas primeiras impressões podem se tornar uma espécie de profecia auto-realizável. Elas irão influenciar suas interações e as oportunidades que você tem", afirma.

No estudo, foi pedido que alguns participantes olhassem uma série de fotos que mostravam os rostos neutros das pessoas e tomassem uma decisão rápida e instintiva se a pessoa ganha mais ou menos do que uma renda familiar média.

Mais de 53% das vezes as pessoas foram precisas, um nível que excede a chance aleatória. O curioso é que fatores como raça e gênero não afetaram os resultados, segundo os pesquisadores. Os quatro rostos dos grupos A e C eram os mais ricos, e os B e D os mais pobres, você teve essa percepção? Bjornsdottir diz que "as pessoas não estão realmente conscientes de quais indícios estão usando quando fazem esses julgamentos. Se você perguntar por que, elas não sabem. Elas não estão conscientes de como estão fazendo isso."

Dinheiro traz felicidade?

O estudo sugere que a percepção da classe social de uma pessoa é mais previsível quando um rosto permanece neutro e inexpressivo. No momento em que eles exibiam uma expressão, como sorrir ou fazer cara de raiva, as "apostas" foram erradas. Os pesquisadores argumentaram que essa habilidade é possível devido a hábitos gerais de expressão que se integram em nossa expressão neutra. Quando uma pessoa te uma vida confortável, satisfatória e sem muitas preocupações, a teoria diz que isso fica gravado no rosto da pessoa.

O que estamos vendo é que estudantes com apenas 18 a 22 anos já acumularam experiência de vida suficiente que mudou visivelmente e moldou seus rostos até o ponto em que você pode dizer qual é a sua classe socioeconômica ou social", acrescenta Nicholas Rule, um professor que também participou do estudo.

Mas e você, acha que realmente podemos ver se uma pessoa é rica ou pobre apenas analisando sua expressão facial? Comente!

Via   IFL Science  
Imagens Guia Invest
Mateus Graff
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
COMPARTILHAR INSCREVA-SE

VER COMENTÁRIOS

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.