O que aconteceria se você ficasse sem escovar os dentes por um ano?

16/05/17 às 18h34

Para grande parte das pessoas, a primeira obrigação do dia começa imediatamente ao sair da cama: uma visita ao banheiro para escovar os dentes. Na rotina da maioria, escovar os dentes é um hábito que apenas fazemos naturalmente, porque é assim que as coisas são. Mas você sabe de onde veio o hábito de escovar os dentes?

O desenvolvimento da primeira escova de dentes aconteceu por volta de 3.000 AC, quando os babilônios e egípcios criaram as primeiras escovas a partir de galhos desgastados. De acordo com outras fontes, por volta de 1.600 AC, os chineses criaram uma espécie de graveto mastigável a partir de ramos de árvores aromáticas na intenção de cuidar do hálito.

Por centenas de milhares de anos, no entanto, a maior parte da humanidade não escovava os dentes. Então por que precisamos fazer isso agora? O que aconteceria se você simplesmente jogasse a sua escova fora e parasse de fazer isso?

A resposta curta e grossa é "provavelmente nada de bom", de acordo com o porta-voz da Associação Dental Americana, o dentista Matthew Messina.

Se a gente deixa de escovar os dentes por apenas um dia, eles se tornam amarelados com uma camada de placa visível. Isso acontece porque os nossos hábitos alimentares mudaram drasticamente com o passar dos anos. Atualmente, a maioria das pessoas possui dietas baseadas em comidas processadas que prejudicam a saúde e os dentes.

Por conta disso, parar de escovar os dentes provocaria uma série de problemas como cáries e doenças da gengiva. Nos dois casos, os pacientes podem sofrer com muitas dores e com a perda dos dentes.

Quando bactérias que estão na boca não são eliminadas por meio da escovação, podem afetar diretamente o sistema imunológico, e não só os dentes, o que pode provocar problemas em outras partes do corpo humano. Bactérias que se instalam na gengiva podem acessar a corrente sanguínea e se tornar perigo para a saúde além da boca.

Uma boca suja, por exemplo, pode estar ligada a doenças respiratórias como pneumonia, ataques do coração e SARM, em casos de próteses. A staphylococcus aureus resistente à meticilina é uma bactéria que se tornou resistente a vários antibióticos e podem afetar gravemente a corrente sanguínea e o coração.

Apesar das ameaças, a saúde de cada pessoa é diferente. Então, alguém que para de escovar os dentes por um ano pode sofrer com doenças da gengiva e não ter nenhuma cárie, enquanto outros podem viver o processo inverso. Alguns casos mais graves podem envolver problemas de saúde mais graves.

Em casos ainda mais caros, pessoas com dietas saudáveis e uma boa genética podem passar pelo processo sem sofrer nenhum dano, de acordo com o dentista. Porém, mesmo aqueles que conseguissem escapar dos problemas mais graves teriam que lidar com os dentes cheios de placas. "Não teria um resultado amigável", explica.

Outros efeitos comuns seriam causados pela presença das partículas de comida que continuariam na boca. Ou seja, por causa disso o sabor de comidas que você come num dia pode permanecer na sua boca por muito tempo. Isso sem falar no problema do mau hálito, que seria constante e ficaria cada vez pior. "Não será nada bom para a relação com outras pessoas. Você não vai ter muitos amigos", brinca o doutor.

As recomendações de especialistas sugerem que você escove os dentes ao menos duas vezes ao dia e utilize o fio dental diariamente. As escovas devem ser trocadas quando as cerdas ficam fracas, a cada três ou quatro meses. Quando você escova os dentes, remove camadas de placas que acumulam na boca após as refeições. A escovação ajuda a remover a contaminação e o fio dental garante que as partes inalcançáveis também fiquem protegidas.

Então, lembre-se, a sua saúde dental tem uma influência direta no funcionamento de todo o corpo, além da boca. Se você quer se manter saudável, fique de olho em seus dentes!

PH Mota
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
COMPARTILHAR INSCREVA-SE

VER COMENTÁRIOS

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.