O que aconteceria se todas geleiras da Terra derretessem?

01/08/17 às 23h23

O petróleo não é eterno. A água mostra que também depende de condições climáticas favoráveis para poder manter suas reservas. A temperatura do planeta aumenta a cada ano. Os animais, como o urso polar, tem cada vez menos áreas habitáveis para poder sobreviver. Os recursos naturais mostram a sua instabilidade dentro de um cenário caótico. Mas o ser humano ainda trata como lenda a possibilidade da natureza estremecer.

Somos de fato, os reis desse planeta. A nossa inteligência nos levou a lugares inimagináveis. O ser humano conquistou a lua, planeja viagens à Marte, a comunicação nunca foi tão fácil e instantânea.

Tiramos da natureza não só aquilo que precisamos, mas também o excedente. Usamos e abusamos da força natural desse planeta e esperamos que ela se restabeleça como num passe de mágica.

Mas e se for verdade? E se continuarmos a degradar o planeta e a natureza como se fosse um recurso ilimitado? O que aconteceria se continuássemos a queimar combustíveis fósseis sem a menor discriminação?

Há décadas os cientistas e estudiosos alertam às nações sobre o aquecimento global, o derretimento das geleiras, a elevação dos níveis dos mares, e sobre o futuro apocalíptico que as próximas gerações enfrentarão.

Como o cataclismo não acontecerá amanhã, o ser humano ignora as consequências de suas ações atuais. Esquecendo que seus netos e bisnetos não terão as mesmas oportunidades que temos hoje.

Foi pensando nisso que a National Geographic, a revista mais respeitada sobre a geografia mundial vem alertar mais uma vez sobre o futuro do nosso planeta caso continuemos a ignorar os sinais alarmantes da natureza.

Todo o gelo do mundo vai ser derretido e drenado para o mar. Os cientistas avisam que levaria mais de 5.000 mil anos para que ele se reconstruísse. Cidades vão desaparecer e novos desertos vão se formar, com o aumento das temperaturas.

O que você vai ver agora é o futuro do nosso planeta analisado região por região, segundo matéria publicada pela revista.

América do Norte

O litoral Atlântico no continente americano iria desaparecer completamente, levando junto o estado da Flórida, assim como toda a costa do Golfo.

Em São Francisco, as colinas se transformariam em ilhas e o Vale Central da Califórnia acabaria se tornando uma baía gigantesca.

América do Sul

A bacia do rio Amazonas ao norte assomado com a bacia do Rio Paraguai ao sul pode se transformar em enseadas do oceano Atlântico.

As consequências desse grande volume de água invadindo a costa, iria afogar Buenos Aires, a costa do Uruguai e grande parte do Paraguai.

Lugares montanhosos ao longo da costa do Caribe e na América Central irão sobreviver.

África

África perderia menos terra para a água em relação a outros continentes, mas grande parte do seu território se tornaria inabitável devido as altas temperaturas da região.

Por outro lado, cidades históricas e encantadoras como Alexandria e o Cairo seria invadidas pelo mar Mediterrâneo.

Europa

Potências europeias como Londres seriam apenas uma memória distante e desoladora. Veneza, a cidade romântica seria engolfada pelo Mar Adriático.

A holanda estaria rodeada pelo mar e grande parte da Dinamarca seria apenas uma lenda.

Ásia

A área habitada por 600 milhões de chineses iria à deriva. Assim como Bangladesh que abriga uma população de 160 milhões de pessoas.

A costa da Índia iria água abaixo. E a inundação do Delta de Mekong iria transformar as Montanhas Cardamomo do Camboja em uma ilha.

Austrália

A Austrália vai se tornar um grande deserto. A região abrigaria um novo tipo de mar dentro do continente, mas muito da costa litorânea onde vive 4 a cada 5 australianos iria desaparecer.

Antártica

Oeste: A vulnerabilidade desta área se deve ao seu assentamento glacial que está predominantemente abaixo do nível do mar.

O aquecimento global está derretendo o gelo por baixo, causando o colapso dessa área. Desde 1992, essa região vem perdendo 65 milhões de tonadas métricas de gelo, por ano.

Leste: essa região contem quatro de cinco quintos de todo o gelo no planeta. De longe, parece uma área inderretível, inclusive ela já sobreviveu a outros períodos quentes na Terra.

Mas com a condição climática atual, e a quantidade de vapor quente, até mesmo essa região não terá condições de sobreviver.

O que vai ser do nosso planeta? Não esqueça de deixar o seu comentário sobre as previsões terríveis que nos aguardam e aproveite para deixar a sua opinião sobre o atual cenário climático que estamos vivenciando.

Ana Luiza Andrade
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
COMPARTILHAR INSCREVA-SE

VER COMENTÁRIOS

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.