O que acontece na montanha famosa por "engolir pessoas"?

08/08/17 às 19h24

Vocês já devem ter visto matérias na Fatos Desconhecidos sobre coisas que desapareceram sem explicação, como a nossa matéria que mostra 6 exploradores que desapareceram de maneiras misteriosas, mas vocês já ouviram falar de uma montanha que "engole" pessoas?

Estamos falando do Cerro Rico (ou Sumaq Urqu), uma montanha que está localizada na cidade de Potosí, na Bolívia. Essa é uma montanha que faz parte da cordilheira dos Andes e na época da dominação espanhola, ela ficou famosa por ser uma das minas de prata mais importantes de todo o mundo. Mas essa montanha também é famosa por "engolir homens".

Na atualidade, muitos mineiros ainda trabalham na montanha, e entre eles, muitos são descendentes de escravos que já exploravam a mina tempos atrás. Anos depois de trabalharem na montanha, os mineiros ainda tem medo dos ricos de trabalhar em um lugar desses. Para vocês terem uma ideia do perigo desse lugar, cerca de 14 homens morrem por mês no local. Em cerca de 10 anos, aproximadamente 1.680 homens desapareceram na região, e quem sobrevive aos acidentes tem expectativa de vida média de 40 anos.

Mas afinal, o que acontece nessa montanha que deixa as pessoas tão assustadas?

O que deixa os moradores da região assustados é o gás tóxico liberado pelas rochas, desmoronamentos e principalmente uma doença pulmonar provocada pela respiração de poeira. Quando isso acontece, a poeira chega no pulmão e causam sintomas similares a bronquite crônica, como febre, dores no peito, fraqueza e pode levar até a morte.

A região é cheia de túneis perigosos, o que transforma a montanha em armadilha para as pessoas que trabalham no local. Tanto é que a população já chegou a apelar para o diabo, rogando por segurança. Tal superstição fez com que os moradores colocassem imagens de uma criatura com chifres nos túneis.

Marco, um garoto que trabalha na região, trabalha em um desses túneis. Ele carrega rochas em um carrinho de mão. A mãe de Marco e se mudou para Cerro Rico com os quatro filhos, depois que o pai foi embora. Eles vivem na entrada de um dos túneis, sem água corrente e usando uma mina abandonada como banheiro.

Marco teme os acidentes e também a silicone, a doença pulmonar que citamos (causa pela inalação de poeira). Segundo Marco, seu cunhado morreu aos 30 anos por causa da doença. "Você come a poeira, vai para seus pulmões e te ataca", disse Olga, mãe solteira que guarda os equipamentos para os mineiros. Seus filhos, Luis e Carlos, trabalham levando carrinhos de mão, assim como o irmão Marco. Às vezes eles começam a trabalhar às 2h da madrugada para completar o turno de oito horas antes de ir para a escola.

O gás tóxico liberado nas rochas também deixam os moradores de lá com medo. "Os pés ficam fracos e você tem dor de cabeça. O gás é o que fica depois que a dinamite explode", explica marco. Uma mulher conta que o marido respirou o gás, ficou tonto, caiu em um poço e acabou morrendo. O grande número de mortes acaba gerando superstições.

É amigos, tal montanha mata mais gente do que imaginamos. Mas e você, já tinha escutado o caso da "montanha assassina de homens"? Não esqueça de deixar o seu comentário!

Via   BBC     Vix  
Imagens NPR
Mateus Graff
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
COMPARTILHAR INSCREVA-SE

VER COMENTÁRIOS

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.