Isso é o que acontece quando você manda um 'oi, sumido', para todos os seus contatos

18/04/17 às 19h37

Que atire a primeira pedra quem nunca recebeu de alguém ou enviou uma mensagem dizendo: "Oi, sumido". Algumas pessoas exitam em responder por achar que quem enviou a mensagem deseja receber algum favor, já tem pessoas que não enviam, por medo de ser ignorado (a).

Fazer isso com um ex-ficante ou crush então, para muitos seria impossívevl. Mas não para a jovem Maria Yagoda. Ela escreve em uma coluna no site Broadly e relatou a experiência de enviar a tal mensagem para todos os homens da sua lista de telefone ao invés de fazer diversas tentativas para sair no aplicativo de relacionamento Tinder.

A ideia surgiu numa tarde de sol durante um sábado enquanto Maria olhava a lista contatos do celular, e, segundo ela, se deparou com pessoas que foram salvas como "Eca", "Não", "Australiano", "Grego da balada", "Formiga Francesa", "Aleatório do metrô", "Britânico do Penmy Farthing", "Pat do Baile Gov", "Alberto Montenegro", "Jake Harvard" e "Alpacas da Nova Inglaterra". A jovem conta que alguns dos contatos ela se lembra de ter salvado, como, por exemplo "Alpacas da Nova Inglaterra" no meu celular, já que todo mundo precisa de um contato de emergência para alpacas, mas não tinha noção de quem eram o "Grego da balada" ou o "Australiano".

Ignorando as dúvidas sobre quem eram os homens em sua lista, ela decidiu enviar uma mensagem dizendo "Oi, sumido" para 20 deles, com exceção aos que tinha terminado e aos que ela namorou.

O primeiro a responder, de acordo com ela, foi um chamado "Formiga Francesa", que perguntou quem era, e logo foi respondido por Maria.

Oi, sumido
Hmmm, sim. Quem é?
Ah, desculpa. Número errado. É a Maria
Ah! Sem problema

Depois foi a vez do Australiano, que respondeu de forma seca: "Número errado".

Oi, sumido
Número errado

Maria conta que a maioria dos homens visualizou e não respondeu a mensagem, como o "Pat do Baile Gov".

Oi, sumido.

Mas após todo o ocorrido, ela conta que teve dois encontros. O primeiro foi com um rapaz que ela havia flertado cinco anos antes, e o segundo ela havia conhecido em um aplicativo de encontro, mas eles não tiveram contato pessoal.

Ela avalia a primeira conversa como legal, apesar de que o homem escrevia de forma muito correta.

Oi, sumido
Oi! Desculpe, mas quem é? Acho que não tenho seu número programado
Oi, é a Maria! Tudo bom?
Ei, estou ótimo. E você?
Bem! Ainda está na Filadélfia?
Haha, sim
Da hora

Já o segundo, salvo como Jake Harvard, aproveitou a oportunidade e a convidou para sair.

Oi, sumido
Estou em Boston este final de semana, mas volto logo
Vamos tomar um drinque?
Claro... Na verdade, podemos nos encontrar de dia se você também puder, talvez um museu diferentão
Perfeito, adoro o dia

Após o "experimento", Maria conta que conseguiu provar que existe "a chance de conseguir um encontro enchendo o saco dos seus contatos antigos no celular".

E ai, você teria coragem de fazer isso? Deixei a sua opinião aqui para a gente. Não esqueça também de compartilhar em suas redes sociais.

Via   Broadly     Vice  
Imagens Estilo uol Vice
Géssica Veloso
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
COMPARTILHAR INSCREVA-SE

VER COMENTÁRIOS

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.