Foi assim que a Primeira Guerra Mundial mudou o mapa mundi

11/04/17 às 18h25

Em 28 de julho de 1914, o Império Áustro-Húngaro declarou guerra na Sérvia, começando um dos maiores conflitos militares da era moderna. O que mais tarde ficou conhecido como Primeira Guerra Mundial deixou milhões de pessoas mortas e redefiniu boa parte das fronteiras no continente.

Atualmente, a divisão que conhecemos quando observamos o mapa da Europa, vemos uma realidade bem diferente daquela que existia no momento em que a guerra começou, mais de cem anos atrás. Na época, países que ainda existem hoje tinham fronteiras diferentes e alguns nem mesmo existiam.

Se você não se lembra das aulas de história, a guerra foi vencida pela Tríplice Entente, formada pela aliança de Reino Unido, França e Rússia. Ao fim do conflito, alguns tratados de paz foram responsáveis pela alteração de territórios dos Impérios Alemão, Áustro-Húngaro, Otomano e mesmo do Russo.

Com a assinatura do Tratado de Versalhes, em 1919, o Império Alemão devolveu a região da Alsácia-Lorena para a França, assim como antigas colônias que pertenciam ao país. Algumas delas foram entregues para a França, enquanto outras passaram para o comando do Reino Unido.

Já o Tratado de Saint-Germain, assinado no mesmo ano, o Império Áustro-Húngaro acabou desmembrado e deu origem a vários novos territórios. Polônia, Tchecoslováquia, Hungria e Iugoslávia conquistaram suas independências. Outros tratados negociados na época também alteraram outras fronteiras, como da Bulgária e Romênia, por exemplo.

No Império Russo, as repúblicas bálticas surgiram e o mapa ganhou os contornos dos estados da Finlândia, Estônia, Letônia e Lituânia. Por outro lado, novos territórios também foram anexados ao Império Russo, como Bielorússia e Ucrânia, dando origem à União das Repúblicas Socialistas Soviéticas (URSS). Essa configuração permaneceu até 1991, quando a União Soviética foi desmembrada.

Em territórios do Oriente Médio, estava o Império Otomano, que também foi fragmentado em vários novos territórios. A dimensão desse império compreende o que hoje conhecemos como 40 países diferentes. Na parte europeia, surgiu a Turquia (que também ocupa parte da Ásia). Outros territórios acabaram sendo entregues para o comando de outros países como Reino Unido e França, sem a consideração da diversidade étnica do local. Exatamente por conta da divisão arbitrária, a região passa por conflitos até hoje.

Ao todo, foram cinco anos e vários tratados que acabaram redefinindo as fronteiras e acabando com três grandes impérios que integravam a Europa. Desde então, o continente já viu um novo conflito poucos anos depois, na Segunda Guerra Mundial e o fim da União Soviética, que também redesenharam os limites locais.

Via   Voa News     Uol  
PH Mota
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
COMPARTILHAR INSCREVA-SE

VER COMENTÁRIOS

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.