Esta teoria sobre Stranger Things pode explicar tudo sobre a série

19/09/16 às 15h08

A maioria dos elementos apresentados em Stranger Things foram muito bem amarrados ao fim da série. Ainda assim vários deles ficaram em aberto com questões que podem ser respondidas na segunda temporada. Por conta desses pequenos questionamentos, os fãs aproveitam para alimentar diferentes teorias.

Considerando a importância de personagem Onze para o show, é natural que ela volte a aparecer na próxima temporada da série, ainda que tenha tido um final que parece tê-la feito desaparecer de vez. Sendo assim, como a garota Millie Bobby Brown, que deu vida à personagem, poderia voltar para o programa?

Um dos maiores segredos de Stranger Things pode ser que Onze não está apenas lutando contra o monstro, mas que na verdade ela seria o monstro. Antes de escapar e conhecer os garotos protagonistas de Stranger Things, Onze passou anos dentro do laboratório da cidade de Hawkins.

1

Lá dentro, ela foi alvo de diferentes tipos de experimentos e manipulações que afetaram seu corpo, mente e habilidades extraordinárias, como poderes psíquicos e de telecinese. Com tantas capacidades incríveis, seria Onze capaz de criar o monstro a partir de seus medos e inseguranças gerados durante a estadia no laboratório?

Na primeira vez em que Onze se depara com o monstro, ela não está no mundo real e nem mesmo no chamado mundo invertido. Nesse momento, ela está num cenário completamente preto e escuro, enquanto está sendo mergulhada num tanque, contra sua vontade.

Ao invés de estar se transportando para um outro universo ou outra consciência, Onze poderia estar se focando em sua própria consciência durante o processo de concentração, o que indicaria que o monstro que ela encontra, na verdade faz parte dela mesmo e de seu pensamento.

2

Por mais que pareça muito maluco, a ideia de confronto de situações está presente o tempo todo em Stranger Things. Logo no início da série, os garotos se deparam com o monstro Demogorgon durante uma partida de Dungeons & Dragons, que acaba a ser o nome pelo qual eles se referem ao verdadeiro monstro que aterroriza a cidade.

Segundo a mitologia do D&D, cada uma das duas cabeças do Demogorgon tem seu próprio nome e personalidade. As duas cabeças frequentemente batalham entre sim, uma pregando a ilusão e outra a destruição, assim como Onze e o monstro.

Durante a série, num dado momento o personagem Mike aparece com uma cópia da revista X-Men 134. Nela, Jean Grey, também psíquica, passa por uma transformação e aparece como as personagens Fênix e Fênix Negra, o que poderia ser mais uma pista da identidade dupla da garota em Stranger Things.

3

Como se não houvesse pistas o bastante ao longo dos episódios, a própria garota chega a falar para os amigos, "Eu sou o monstro". É claro que a fala pode ser interpretada em sentido metafórico, mas poderia representar que Onze tem noção de sua transformação.

Como não sabemos o que realmente aconteceu com o monstro e com Onze ao fim da série, é possível especular que ele não pudesse ser destruído de forma natural, desaparecendo apenas com o sacrifício da própria garota. A sua atitude na cena demonstra que ela sabia que estava prestes a sumir de alguma forma, com a despedida. Um outro detalhe no momento que pode passar despercebido é a mão de Onze que parece uma exata reprodução da mão do monstro.

Via   YouTube     Looper  
PH Mota
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
COMPARTILHAR INSCREVA-SE

VER COMENTÁRIOS

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.