Esse é o verdadeiro formato do nosso sistema solar

18/05/17 às 17h34

Os projetos da NASA frequentemente fazem novas descobertas, como por exemplo a sonda Cassini, que durante sua odisseia no espaço encontrou dados que sugerem que o nosso sistema solar pode ter uma forma bem diferente do que imaginávamos. As novas imagens capturadas pela sonda Câmera Neutral Cassini da NASA sugerem que a heliosfera, a região de influência do Sol, não pode ter a forma de um cometa como é previsto por modelos existentes.

Em um artigo publicado na Science Express, alguns pesquisadores do Laboratório de Física Aplicada da Universidade Johns Hopkins, apresenta uma nova visão da heliosfera e as forças que o moldam. Stamatios Krimigis, do Laboratório de Física Aplicada, em laurel, Maryland, afirma que essa imagens está revolucionando o que pensávamos que tínhamos conhecido durante os últimos 50 anos.

O Sol não viaja através da galáxia como um cometa, mas sim como se fosse uma grande bolha redonda. O investigador principal da Cassini, afirma o seguinte: "É incrível como uma única nova observação pode mudar todo um conceito que a maioria dos cientistas haviam tomado como verdade há quase cinquenta anos."

Com o vento solar fluindo a partir do Sol, forma-se uma bolha no meio interestelar. Os modelos da região do limite entre a heliosfera e o meio interestelar foram baseados na suposição de que o fluxo relativo do meio interestelar e sua colisão com o vento solar dominam a interação. Isso cria um "nariz" em direção do movimento do sistema solar e uma "cauda" alongada na direção oposta. A imagem vocês podem conferir abaixo.

Porém, as imagens sugerem que a interação do vento solar com o meio interestelar é controlado de forma mais significativa pela pressão das partículas e a densidade de energia do campo magnético. Don Mitchell, um outro pesquisador, disse que o mapa criado a partir das imagens sugere que a pressão de uma população quente de partículas carregadas e a interação com o campo magnético interestelar, influência fortemente a forma da heliosfera.

Os resultados do Cassini complementam os resultados de outro projeto da NASA, o Interstellar Boundary Explorer, ou sonda IBEX. Os dados do IBEX e Cassini permitiram que os cientistas construíssem o primeiro mapa do céu do nosso sistema solar e sua localização na galáxia da Via Láctea.

Mas e aí, já tinham imaginado que as imagens de um projeto da NASA poderia mudar toda a nossa concepção? Comentem!

Via   NASA     Super Curioso  
Mateus Graff
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
COMPARTILHAR INSCREVA-SE

VER COMENTÁRIOS

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.