Depois de sofrer um terrível acidente seu marido a abandonou, mas ela não ficou sozinha

14/07/17 às 16h48

Com frequência, percebemos a fragilidade da vida quando nos deparamos com acidentes e tragédias completamente inesperadas que oferecem novas perspectivas e desafios para nossa rotina e das pessoas ao nosso redor. Por mais que a gente possa sentir segurança e conforto em certas situações, a todo o momento estamos sujeitos a verdadeiros golpes.

Quando alguém passa por algum tipo de tragédia assim, poder contar com a ajuda de quem nos acolhe e se solidariza com nossa situação pode ser fundamental para conseguir encarar os momentos ruins. Foi exatamente isso que aconteceu com Courtney Waldon.

A jovem acumulou dívidas de cerca de US$ 2 milhões em procedimentos cirúrgicos depois que seu marido a abandonou e a deixou sozinha com a filha, sem dinheiro e renda. O abandono aconteceu depois de um acidente em um acampamento que deixou a mulher com queimaduras graves eu seu corpo e seu rosto.

O que começou como uma divertida viagem ao campo acabou num acidente trágico que deixou a jovem de 27 anos com a aparência completamente desfigurada e, eventualmente, sem lar. Durante o momento de dificuldade, ela ainda foi abandonada pelo marido, ficando apenas com a filha e 40% do corpo queimado.

Natural de Tallapoosa, no estado da Geórgia (Estados Unidos), Courtney foi ferida depois que seu marido jogou gasolina sobre uma fogueira, causando uma explosão que consumiu o corpo da mulher.

"Quando ele jogou gasolina, o fogo subiu e a próxima coisa que sei é que eu estava consumida", contou em entrevista. "Eu fiquei maluco. Eu só parei, me joguei, rolei e gritei. Eu não sabia o que fazer, então corri para a água."

Depois do acidente, ela passou 51 dias em recuperação numa unidade para tratamento de emergência, onde passou por várias cirurgias e sete enxertos de pele.

Recém-casada há apenas dois meses, a mulher acabou abandonada pelo marido duas semanas depois de acordar do coma, alegando que não conseguiria viver encarando a mulher naquele estado. A situação partiu o coração de Courtney, mas o amor por sua filha lhe ofereceu forças para continuar a seguir com forças.

Desfigurada de maneira permanente e sem condições de trabalhar, a mulher também acabou perdendo a casa. Ela ainda precisou reaprender como fazer várias coisas simples, como andar, ficar em pé ou segurar coisas de maneira confortável com as mãos. Apesar de já ter passado por vários procedimentos médicos, ela ainda pode precisar de mais 12 cirurgias e tem um longo caminho de recuperação pela frente.

Mesmo diante das dificuldades, ela conseguiu encontrar apoio e conforto em sua comunidade local, que ingressou numa jornada para conseguir comprar uma nova casa para ela e sua filha.

"Eu acredito que a casa não só vai dar paz para a mente dela, mas é uma coisa a menos para ela se preocupar enquanto passa pela reabilitação", declarou o pastor Jon Ellis, de 43 anos, do Ministério do Refúgio, em West Georgia.

Apesar dos danos permanentes e da luta com cirurgias e reabilitação que ainda terá pela frente, Courtney segue com boa recuperação ao lado da filha, da mãe e da comunidade. A mulher está fazendo progresso diário e segue acompanhada por uma fisioterapeuta. Ela também está aprendendo a lidar com as reações indesejadas.

"Eu sou encarada constantemente como se eu fosse um monstro. As pessoas fazem comentários rudes, mas está tudo bem. Eu sou mais forte do que eles, eu passo por isso", comenta. "Eu estou conseguindo recuperar a minha vida de volta ao me forçar a ser melhor e mais forte para mim e para minha filha."

O suporte da comunidade para o caso de Courtney foi tão grande, que depois que sua mãe criou uma página de arrecadação e financiamento coletivo no site GoFundMe para arrecadar fundos para pagar pelos tratamentos que ela precisa passar, milhares de pessoas decidiram apoiar.

Inicialmente, a meta era de apenas US$ 40 mil, mas o apoio foi tão grande que os próprios contribuintes pediram que ela fosse aumentada. A página então estabeleceu uma meta de US$ 200 mil, desde 17 de janeiro de 2017m e em cinco meses faturou mais de US$ 150 mil com o apoio de quase três mil pessoas.

Infelizmente, Courtney precisou passar pela tragédia e lidar com o abandono de quem ela contava, mas conseguiu encontrar apoio e força na ajuda de amigos, vizinhos e até desconhecidos.

O que achou da história da mulher? Conte para a gente nos comentários e compartilhe com seus amigos para mostrar que ainda existe amor e esperança no mundo, mesmo que algumas pessoas lutem contra isso.

Via   Area de Mulher     Good Stuff Buzz     NY Post  
Imagens Daily Mail
PH Mota
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
COMPARTILHAR INSCREVA-SE

VER COMENTÁRIOS

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.