Como fica o vinho após 1650 anos dentro da garrafa?

02/08/17 às 18h52

Vocês já devem ter ouvido por aí que os bons vinhos são guardados por anos, certo? Bom, historiadores da Alemanha estão debatendo se vão abrir ou não a garrafa de vinho mais antiga do mundo. A garrafa, companheiros, acreditem vocês ou não, tem cerca de 1650 anos, está selada com cera e contém um líquido branco.

A garrafa foi exibida no Pfalz Historical Museum há mais de um século, e acredita-se que o vinho tenha sido produzido localmente e enterrado por um nobre romano perto da de uma cidade alemã chamada Speyer, em 350 d.C.. O vinho foi descoberto em 1867 e analisado pelos químicos da Kaiser durante a 1º Guerra Mundial. Como está o vinho hoje? A imagem de baixo mostra para vocês o vinho mais velho do mundo.

O curador do departamento de vinhos do museu, Ludger Tekampe, disse que "não tem certeza se o vinho pode ou não suportar o choque com o ar." Já a professora de vinho, Monika Christmann, diz que "microbiologicamente falando, provavelmente o vinho não está vencido, mas também não agrada o paladar".

Por fato de ainda ser líquido, muitos especialistas acham que o vinho deve ser submetido a novas análises científicas. Tekampe diz que segurou a garrafa de vinho duas vezes durante reformas do museu, e afirmou que a sensação foi incrível. Um respingo de azeite e um selo de cera quente mantiveram o vinho branco intacto durante os 602 mil dias desde que foi fabricado.

O Pfalz é uma das principais regiões vitivinícolas da Alemanha, e com certeza tal vinho deve ter sido fabricado nas proximidades. Mas e você, teria coragem de tomar o vinho? Comente!

Mateus Graff
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
COMPARTILHAR INSCREVA-SE

VER COMENTÁRIOS

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.