9 mutações mais chocantes causadas por radiação

21/07/17 às 15h19

Talvez você não tenha noção disso, mas a ciência só teve conhecimento da radiação nos últimos 100 anos, o que faz com que o campo de pesquisa sobre o fenômeno seja relativamente novo. Por esse motivo, ainda existem vários relatos controversos sobre os perigos e possibilidades de longo prazo que a radiação pode oferecer aos humanos e ao meio ambiente.

Existem vários lugares do mundo em que a radiação é um fator importante a ser considerado. Chernobyl é o mais famoso deles, mas lugares como Cazaquistão e Japão também possuem históricos com radiação. As bombas atômicas jogadas ao fim da Segunda Guerra Mundial e o acidente de Fukushima marcaram o País do Sol Nascente, enquanto testes realizados pelos soviéticos no Cazaquistão durante a Guerra Fria causaram gerações de mutações no local.

Vamos conferir algumas das mutações mais radicais causadas por radiação em algumas dessas áreas.

1 - Berik Sydykov

Durante a Guerra Fria, o universo soviético testou várias armas nucleares numa região do Cazaquistão conhecida como "Polígono." Berik Sydkov é um exemplo de pessoa afetada pela radiação nessa área. Ele nasceu com uma rara deformidade de pele que cobre todo o seu rosto graças à exposição de sua mãe à radiação. A condição não possui tratamento com os recursos disponíveis no Cazaquistão, o que fez com que Berik ficasse cedo. Agora, ele depende de sua mãe idosa para cuidar dele e sustentá-lo.

2 - Hiperdontia

Hiperdontia é uma condição que causa o crescimento de dentes em diferentes áreas da boca. Aqueles que sofrem com a condição podem perceber o nascimento dos dentes atrás ou na frete de onde os dentes normalmente apareceriam. Ela pode causar uma série de problemas dentários graves, além de um extremo desconforto para quem sofre com isso. Cientistas ainda não conseguiram identificar uma única razão para o problema, mas dentre eles está a exposição à radiação, já que crianças nascidas em áreas afetadas apresentam um alto índice de hiperdontia.

3 - Calvície infantil

Existem várias deformidades percebidas em crianças nascidas em zonas de radiação, como Chernobyl. Elas podem variar de intensidade, mas várias causam a morte das crianças mesmo antes da maturidade, enquanto as que sobrevivem podem causar danos para o resto da vida. Alguns anos depois do acidente na região, crianças da área começaram a apresentar perda de cabelo, assim como crianças nascidas depois do episódio. Na ocasião, o governo tentou diminuir os efeitos da radiação, mas não há como negar que as mudanças causadas nas crianças aconteceram por causa disso.

4 - Zhannoor Zhumageldina

Zhannoor Zhumageldina nasceu com várias deformidades, todas causadas por mutações genéticas associas à radiação da região do Polígono, no Cazaquistão. Ela nasceu com microcefalia e uma escoliose de sexto grau. Sua coluna está literalmente torcida, problema causado pela exposição de sua família à radiação. Zhannoor precisa dos cuidados frequentes de sua mãe, já que sua condição a deixou num estado vegetativo.

5 - Andorinhas mutantes

Quase todos os animais na área de Chernobyl sentiram os efeitos da radiação, mas os pássaros parecem especialmente afetados pelos altos níveis espalhados na região, principalmente a população de andorinhas locais. Desde o ano 2000, os pássaros estão nascendo com uma série de anormalidades, incluindo bicos pequenos demais, catarata, tumores, cérebros pequenos, albinismo e várias outras mutações. Cada geração de andorinha apresenta ainda mais problemas e não existe uma previsão para o fim desse ciclo.

6 - Vaca de Chernobyl

A vaca apresentada na imagem é resultado uma família de que foi vítima de altos níveis de radiação em Chernobyl. O animal nasceu com lábio leporino, mas esse não é o maior de seus problemas; os mais graves estão na parte interna do corpo. Essa foto foi tirada em 1989, apenas três anos depois do desastre de Chernobyl e ainda hoje as criaturas são afetadas. As vacas da região produzem leite tóxico que não pode ser consumido por seres humanos.

7 - Aranhas radioativas

Já deu pra ver que a vida selvagem nos arredores de Chernobyl foi realmente devastada pelos níveis de radiação. Como percebemos, as criaturas sobreviventes foram gravemente afetadas, como é o caso das aranhas locais. Apesar da aparência dos animais não ter sofrido tanta alteração, as teias apresentam a verdadeira mudança. Aranhas locais produzem teias que não são eficazes na captura de presas e, além disso, emitem radiação que pode prejudicar outras criaturas.

8 - Adil Zhilyaev

Adil Zhilyaev é outra vítima inocente dos testes nucleares da era soviética no Polígono. Assim como várias outras crianças, Adil nasceu com deformidades terríveis que ameaçam sua sobrevivência. O garoto nasceu com paralisia cerebral e hidrocefalia decorrentes da exposição de sua mãe à radiação. Como resultado de suas condições, ele ficou cedo e foi abandonado pelos pais, sendo deixado num orfanato, assim como várias outras crianças afetadas por diferentes complicações oriundas da radiação.

9 - Peixe de três olhos

Graças aos Simpsons, o peixe de três olhos se tornou um popular símbolo para contaminação por radiação. Na vida real, pescadores argentinos também se depararam com uma criatura assim, em 2011. A população local reconhece que o peixe mutante foi alvo dos despejos de radiação no lago onde ele foi pescado. Assustados pela espécie modificada, os pescadores decidiram não comer o peixe, que acabou sendo enviado para um laboratório para a realização de testes e pesquisas.

Deu pra perceber que a radiação é mesmo perigosa, não é mesmo? Qual caso achou mais impressionante? Comente com a gente e compartilhe com seus amigos.

PH Mota
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
COMPARTILHAR INSCREVA-SE

VER COMENTÁRIOS

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.