7 segredos e dicas de pais judeus para transformarem seus filhos em gênios

09/08/17 às 19h49

Vocês já ouviram falar da educação dos filhos dos judeus? Assim que a criança começa a falar, os filho dos judeus aprendem passagens-chave da Torá, como o versículo "A Torá que Moshê nos ordenou é o legado da congregação de Yaacov," e o Shema. E a partir dali, a educação continua. Bom, mas qual é o segredo para os filhos dos judeus serem tão bem educados assim?

Nós fizemos uma seleção de coisas sobre a educação das crianças judaicas, são coisas simples, mas que podem fazer muita diferença com o decorrer dos anos. Então, caros amigos, confiram agora a nossa matéria com os 7 segredos e dicas de pais judeus para transformarem seus filhos em gênios:

1 - Recompensam a independência

A maioria dos pais tem em mente que as crianças terão sucesso na vida se acharem que podem fazer qualquer coisa. Muito diferente disso, as famílias judaicas acham que é mais importante pensem que podem fazer qualquer coisa. Nos cafés israelenses, é comum vermos filhos de um ano de idade comendo bife por conta própria, e isso acontece porque as crianças podem fazer qualquer coisa por conta própria assim que forem fisicamente capazes de fazer.

2 - Tudo é difícil antes de ser fácil

Para se tornarem independentes, os esforços das crianças devem ser reconhecidos e apreciados. Se uma criança começou um novo hobby, em qualquer idade, seus pais devem apoiá-lo e encorajá-lo. Se ele não for bom naquilo, os pais vão dizer "Kol haschalot kashot", que significa "todos os começos são difíceis".

3 - Confiança é a melhor recompensa

As famílias judaicas não compensam seus filhos com doces, mas sim com certezas. Os filhos dos judeus geralmente são recompensados com confiança, e quando uma criança é totalmente confiável para fazer uma tarefa sozinho, para ela vai significar que está fazendo um bom trabalho.

4 - Aceitar a bagunça

Crianças judaicas são frequentemente cercadas por um caos que não incomoda seus pais, pois eles entendem que as crianças são desorganizadas e derramam tudo a sua volta. É por isso que em vez de ficarem irritados com seus filhos, eles apenas deixam eles viverem, porém, explicando sempre o quanto a limpeza é importante.

5 - Eles deixam os filhos gastarem toda a energia

Outros pais iriam se sentir cansados apenas olhando o comportamento dos filhos de judeus. Eles passam o dia correndo sem ninguém falando "não suba nisso", "não toque nisso" ou "pare de correr". Os pais judeus acham importante que os filhos gastem quanta energia derem conta. Dessa forma, quando ficarem adultos, eles serão mais confiantes e persistentes em todos os seus esforços.

6 - Nada passa despercebido

Os psicólogos modernos aconselham os pais a não elogiar seu filho por qualquer rabisco, estimulando assim seu desenvolvimento. Os pais judeus estão, no entanto, convencidos de que qualquer conquista deve ser recompensada. Mesmo que a criança de uma mãe judaica ganhe de seu filho um papel com rabiscos irreconhecíveis, ela encontrará algum argumento e orgulhosamente vai apresentar como a pintura de um artista para o resto da família.

7 - O exterior não é tudo

As crianças dos judeus, digamos assim, andam por aí um tanto largadas. Mas não estamos falando no sentido ruim, o que acontece é que os pais judeus consideram inútil o crescimento e desenvolvimento pessoa da criança sempre com roupas limpas, sem deixar a criança brincar como quer. Até porque, as próprias crianças não se preocupam se estão sujas ou não, elas simplesmente brincam na terra, na lama, sem problema algum.

E aí, você sabia de todas essas características da criação de pais judeus? Comentem!

Mateus Graff
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
COMPARTILHAR INSCREVA-SE

VER COMENTÁRIOS

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.