7 fatos que você ainda não conhecia sobre a "família" Manson

10/08/17 às 15h29

Muito já foi falado a respeito do serial killer, líder de seita e lunático de maneira geral e abrangente, Charles Manson e sua "família". Entretanto, como se trata de uma figura estrangeira, há muita gente que ainda não conhece esse demônio encarnado e os membros da sua "família". Bom, claro que vocês já devem ter visto pelo menos a foto de Charles por aí, certo?

Pelo fato de poucas pessoas saberem os fatos mais bizarros sobre a seita criada por Manson, hoje nós resolvemos trazer para vocês não só fatos sobre o líder da seita, mas sim fatos terríveis sobre toda a família. Então, caros amigos, confiram agora a nossa matéria com os 7 fatos que você ainda não conhecia sobre a "família" Manson:

Ah! Antes disso, que tal conferir o novo vídeo da Fatos sobre o assunto?

1 - Planos para matar as celebridades

A vítima mais famosa dos assassinatos da Família Manson foi a atriz Sharon Tate, que era casada com o diretor Roman Polanski. Um certo dia, Manson e seus "familiares" mataram Sharon Tate (que estava grávida) e vários amigos que estavam em uma festa enquanto Roman estava fora do país. Felizmente, depois desses assassinatos eles foram presos, mas já havia outras pessoas famosas na lista de assassinatos da família. Entre as pessoas famosas da lista de Manson estavam Elizabeth Taylor, Steve McQueen, Tom Jones, Frank Sinatra e Richard Burton. Uma curiosidade é que Steve McQueen iria a festa onde acontece o massacre na casa de Sharon Tate, mas por algum motivo ele desistiu de ir.

2 - Eles eram obcecados pelos Beatles

Para familiarizar os Beatles e a Família Manson, basta lembrar da música "Helter Skelter" (gíria para confusão e nome de sucesso dos Beatles). Manson usou essa música para ser uma espécie de hino de seus crimes. Mas a relação vai além disso, pois toda a Família Manson estava completamente obcecada com o grupo. Muitas vezes eles tentaram entrar em contato com o grupo, escrevendo várias letras para o grupo. Será que eles queriam que a banda chegasse mais perto do "Vale da Morte"? Muitas ideias que eles achavam que a banda estava passando estavam muito longe da real intenção das letras.

3 - Aparentemente, Charles Manson nunca matou ninguém

Quando as pessoas falam de Chales Manson, elas já pensam em um assassino brutal e cruel. Porém, o que pouca gente sabe é que ele, diretamente, nunca cometeu um assassinato, pois ele apenas instruía a Família Manson a cometer os assassinatos. Sua tática era enviar os membros da família para cometer os assassinatos ou sair antes que os assassinatos acontecessem. Talvez esse fosse um jeito de ter em mente que ele era inocente. Será?

4 - A 'Família" funcionava como um culto

Existia algumas regras um tanto estranhas dentro da "família" que Charles impunha. Ele não autorizada os membros a usar óculos, relógios e nem calendários, além de proibir de ler vários livros. Charles Manson acreditava que eles deveriam ver o mundo ao seu redor a seus próprios olhos e dizia que eles deveriam viver fora das construções de espaço e tempo que eram criados pelos relógios e calendários. Isso explica muita coisa sobre o nível de loucura de Charles.

5 - A paixão pelo LSD

A "família" realmente desfrutava do uso de muitas drogas psicodélicas. Quando alguém usa o LSD, a percepção da realidade pode ser manipulada e as construções de uma sociedade normal pode ser facilmente destruída. Isso permite que as pessoas tenham "mentes abertas", ficando também mais fáceis de serem manipuladas e controladas por alguém que afirma pregar paz e amor. Charles Manson usava a droga frequentemente para fazer as pessoas a sua volta acharem que estavam em um estado de espírito melhor. Certa vez, o pai de uma das garotas que era membro da "família" ameaçou Manson com uma arma, mas depois que os dois tomaram LSD juntos, ele conseguiu ter uma boa conversa com o pai da garota e chegar a um "acordo".

6 - Nem todos os membros foram presos

Embora todos do culto tivessem ao menos uma pequena participação nos assassinatos, nem todos foram sentenciados ou enviados a prisão. Muitas pessoas ainda estavam soltas enquanto alguns estava presos pagando a pena. Isso fez com que muitas pessoas ficassem com medo, pois era possível que os assassinatos voltassem a acontecer. Um jornalista que fez parte de um assustador encontro com os seguidores, estava morando em uma comunidade fechada quando vários homens visitaram a sua casa e conversaram com seu filho. Tempos depois ela descobriu que esses homens faziam parte do grupo. eles nunca chegaram a fazer nada, mas era evidente que eles eram capazes de cometer crimes contra quem se opunha ao grupo.

7 - Eles tinham grandes esperanças de se tornarem músicos

Como eles estavam completamente obcecados pelos Beatles, não era de se estranhar que eles tinham esperança de se tornarem músicos famosos. A "família" escrevia várias letras de músicas, algumas das quais podem ser escutadas na internet. Enquanto estava preso por crimes não relacionados a assassinatos, Charles Manson aprendeu a fazer música e teve esperança se ficar muito famoso por causa disso. Eles tem um álbum que pode ser encontrado na internet, chamado "The Family Jams". Esse álbum foi gravado enquanto Charles estava atrás das grades, e por isso ele não participou em nenhuma faixa. Mesmo assim, seu nome foi citado nos créditos do álbum.

E aí, vocês já conheciam esses fatos sobre a família Manson? Comentem!

Mateus Graff
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
COMPARTILHAR INSCREVA-SE

VER COMENTÁRIOS

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.