7 coisas mais obscuras que aconteciam nos “Freak shows” do passado

28/07/17 às 17h59

Certamente você já ouviu falar dos famosos freak shows, ou melhor, show de horrores que aconteciam no passado. Nossos antepassados eram fascinados por esse tipo de coisa, por algum motivo que desconhecemos. Antigamente os circos eram uma das atrações mais frequentadas da humanidade, e os espetáculos levavam milhares à loucura, sendo que o show mais esperado, sempre era o que apresentava pessoas com algum tipo de deformidade ou alguma característica peculiar.

Durante muito tempo apresentações do tipo foram frequentes, assim como atrações que envolviam animais. Diferente destes, os humanos não chegavam a ser maltratados de fato, mas eram bastante explorados pelos donos de circo, que sempre enriqueciam às suas custas. Pensando nisso, separamos 7 casos de artistas que ficaram famosos fazendo este tipo de apresentação bizarra. Confere aí!

1 - O caso da mulher barbada

Certamente você já ouviu falar de mulheres barbadas. Uma das mais reconhecidas da história foi Annie Jones, que por suas condições genéticas, faziam com que ela tivesse muitos pelos, inclusive barba. Sua carreira começou de fato, quando ela se apresentou pela primeira vez, ainda pequena, em um show de PT Barnum, que foi um showman e empresário na área de entretenimento dos Estados Unidos. Depois de fazer muito sucesso, ele ofereceu aos pais da garota um contrato de 3 anos, onde o salário não era muito ruim, fazendo com que eles topassem.

Uma mulher foi nomeada para cuidar de Jones, porém, a menina acabou sendo sequestrada por um homem de Nova York que a forçou a fazer apresentações em alguns de seus shows. Depois de insistentes buscas, a polícia acabou encontrando Jones, mas o homem afirmava que a criança era seu filho.

Quando foram ao tribunal, a garota reencontrou seus pais e correu para seus braços, e o caso foi encerrado. A partir daí, a mãe dela nunca mais descuidou e a acompanhou até o fim da carreira. Annie Jones faleceu com 37 anos, em 1902.

2 -  A menina das 4 pernas

O nome dela era Myrtle Corbin e logo ficou muito conhecida por possuir algo bastante estranho: 4 pernas. Começou sua carreira no circo com apenas 13 anos, mas muita gente ainda duvidava que aquilo fosse real. Corbin conseguia mexer suas duas pernas internas, mas o movimento delas era muito fraco, visto que não conseguiam sustentar o próprio peso.

Como a garota atraía muito público aos espetáculos, começaram a surgir em muitos outros circos pessoas que diziam ter 4 pernas, mas não passava de uma grande falsidade na tentativa de lucrar em cima do "talento" da menina. Ela teve uma carreira muito bem sucedida, chegou a se casar, ter um filho, e faleceu já com 60 anos de idade

3 - Os irmãos siameses

Foi no ano de 1829, que um comerciante chamado Robert Hunter viu algo bastante peculiar em um rio de onde se encontra a Tailândia: avistou dois meninos nadando, mas eles estavam ligados um ao outro. Eram siameses. Logo pensou na possibilidade de obter lucro às custas dos dois, e foi em busca de seus pais. Os pagou um bom valor para que deixassem os meninos viajarem com ele. Foram 2 anos de muitas apresentações e sem dúvidas, conquistavam o público por onde passavam.

Depois deste período decidiram encerrar a carreira e levar uma vida normal, aos 21 anos. O curioso é que eles se casaram com 2 irmãs, e acreditem, tiveram um total de 21 filhos. No ano de 1874, um deles sofreu um acidente vascular cerebral (AVC) e não resistiu. Tudo isso durante a noite, sem que o irmão percebesse. Quando acordou, encontrou o irmão morto, e quando um médico foi tentar fazer uma separação às pressas, acabou não resistindo e também morreu.

4 - O menino com cara de cachorro

Chamado de Jo-Jo, o menino de apenas 16 anos começou sua carreira também ao lado de PT Barnum. Ele nasceu com uma síndrome que provoca o crescimento excessivo de pelos, e cabelos pelo corpo, o que obviamente, motiva seu nome artístico. Ele era russo, e foi levado pra os Estados Unidos, onde começou a se apresentar. Durante os shows, ele agia exatamente como um cão: latia e mordia as pessoas que não o agradavam.

Fazia grande sucesso, e era um dos artistas que mais levavam lucro ao circo. As pessoas o descreviam como um "cachorrinho brincalhão". Ele morreu aos 35 anos de idade, na Grécia, e a notícia abalou muitos de seus fãs nos Estados Unidos.

5 - O homem mais alto do mundo

Desde criança Jack Earle sempre foi muito grande, e aos 10 anos já tinha ultrapassado seus pais há muito tempo. Ele sofria de gigantismo. Começou carreia como ator de Hollywood e chegou a fazer alguns filmes, mas acabou caindo de um andaime, o que decretou seu fim na indústria cinematográfica. Depois de algum tempo, foi descoberto por Barnum, e começou a se apresentar em seus shows.

Não se sabe ao certo sua altura, mas passava de 2, 40 metros. Depois de algum tempo, o circo Ringling , que também trabalhava com shows de horrores, percebeu que Erle fazia muito sucesso e ofereceu um salário maior para que ele se mudasse. O homem dizia que nunca teve a intenção de parar em shows como estes, mas era a única saída para se sustentar, e acabou aceitando a proposta.

Depois de conseguir a aposentadoria, ainda trabalhou por um curto período como vendedor ambulante, mas morreu no ano de 1952, com 46 anos, por insuficiência renal.

6 - O General Tom Thumb

Ao contrário de Earle, Charles Sherwood Stratton, o General Tom Thumb, poderia ser considerado como o menor homem do mundo. Ele parou de crescer quando completou 6 meses de idade. Também foi descoberto por Barnum, que ofereceu uma boa quantia a eles para que deixassem o filho participar de seus shows.

O menino já fazia um grande sucesso, mas quando se apresentou para a rainha Vitório, do Reino Unido, sua carreira despontou. Viajou com o circo durante 3 anos e sempre era reconhecido por onde passava. Ele nunca abandonou a carreira, e acabou se casando e estabelecendo sua vida em um local dos Estados Unidos. Morreu aos 45 anos, e o curioso é que supostamente, deixou seus fãs órfãos, já que em seu enterro estiveram presentes mais de 10 mil pessoas!

7 - O garoto lagosta

Nasceu no ano de 1866, o homem chamado Fred Wilson. Assim como os outros, logo foi descoberto e visto como uma bela forma de dar lucros aos shows de horrores. Não precisou muito tempo para que ele fizesse grande sucesso e enchesse as plateias do circo. Wilson nasceu com uma doença chamada ectrodactilia, que provoca deformidade nas mãos ou nos pés da pessoas, fazendo com que os dedos do meio não se desenvolvam. Essa condição fazia com que suas mãos parecessem om as de lagostas, o que acabou dando seu nome artístico.

E então pessoal, o que acharam? Conhecem algum outro artista que não foi ciado em nossa lista e não poderia ter ficado de fora? Diz aí pra gente!

Isabela Ferreira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
COMPARTILHAR INSCREVA-SE

VER COMENTÁRIOS

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.