7 avanços na tecnologia artificial que são de dar medo

07/07/17 às 19h30

Já parou pra imaginar o que te diferencia de um robô? Até pouco tempo, as respostas poderiam ser bem amplas, usando argumentos como a aparência, os sentimentos, a capacidade de pensar, enfim, uma série de coisas. Hoje em dia, já não podemos mais fazer esse tipo de afirmação. A tecnologia avança tanto, que a cada novo dia já não sabemos mais qual novidade irá surgir.

O fato é que cientistas inovam cada vez mais, e o desenvolvimento de robôs já é bastante avançado. Filmes como Ex_Machina (2015), ou Ela (2014), em que retratam a convivência humana com robôs, já não estão muito longe de nossa realidade, e é claro que existem os lados bons e ruins. Pensando nisso, separamos 7 desses avanços tecnológicos que não esperávamos que um dia seria possível. Dá uma olhada!

1 - Estão tomando nosso lugar

Muita gente tem medo daqueles robôs que aparecem nos filmes se transformarem em realidade, e a verdade é que não estamos muito longe disso. As máquinas desde a Revolução Industrial existem com a proposta de automatizar cada vez mais processos. Já tem algum tempo que elas são capazes de executar alguns trabalhos bem melhor que os humanos, e não é atoa que o trabalho manual de muitas indústrias mundo afora, foi substituído pelo maquinário.

Nos Estados Unidos, por exemplo, 250.000 robôs já assumiram postos que antes eram ocupados por humanos, e esta é a maior preocupação. Enquanto isso representa o aumento na produção e consequentemente, o aumento lucrativo dos empresários, muitas pessoas ficam desempregadas mundo afora.

2 - Estão começando a pensar

E quem foi que disse que as máquinas nunca serão capazes de pensar? Bom, antes isso parecia mesmo impossível, mas com a tecnologia que temos hoje, não é algo que está muito distante. Liderados pelo professor Ronald Arkin, pesquisadores do Georgia Institute of Technology, conseguiram desenvolver robôs com inteligência artificial, que são capaz de trapacear. A equipe espera que eles possam ser utilizados no futuro, por militares.

A ideia é aperfeiçoá-los para que possam atuar como guardas em campos de batalha, podendo proteger munições e suprimentos de seus inimigos, já que aprendendo a mentir, eles poderiam atrasar inimigos e forçá-los a criar estratégias erradas. Porém, o professor admite que se essa tecnologia cair em mãos erradas, pode significar um verdadeiro caos.

3  - Começam a entender nosso comportamento

Você já deve ter percebido que ao usar certos aplicativos de música, ou mesmo o Facebook, eles vão traçando sua personalidade e sugerindo coisas que provavelmente, você irá curtir. Isso se deve ao fato de estarmos em contato com uma inteligência artificial que é capaz de nos recomendar coisas, e consequentemente, tem muita informação sobre nós...

4 - Podem começar a substituir nossos parceiros

Isso mesmo! Um relatório divulgado no ano de 2015 pelo futurólogo Ian Pearson, diz que em 2050 o sexo entre humanos e robôs já será perfeitamente possível. Ainda há previsões malucas, como por exemplo: no ano de  2025 pessoas mais ricas terão acesso a algum tipo de robô sexual com inteligência artificial, já em 2030 muitas pessoas comuns poderão ter acesso a sexo virtual, da mesma forma que tem ao pornô hoje em dia, e em 2050, o sexo com robôs já será comum a todos. Mas é claro que muitos cientistas são contra isso, já que essa prática pode nos levar a comportamentos ruins.

5 - Cada vez se parecem mais com a gente

Os robôs humanoides também não são mais apenas um sonho do futuro. Quem poderia dizer que a imagem acima não mostra uma humana? Pois é, esta é a robô Yangyang, criada por Hiroshi Ishiguro, especialista no desenvolvimento de robôs japoneses, e pela professora de robótica chinesa Song Yang. A robô tem sua aparência inspirada na professora. Existem alguns humanoides espalhados pelo mundo. Será que no futuro conseguiremos diferenciar um humano de um robô?

6 - Começam a ter sentimentos

Muitos cientistas vem trabalhando pesado para conseguir desenvolver máquinas capazes de ter sentimentos. Um software intitulado de Xiaoice, foi desenvolvido por um grupo de cientistas da Microsoft, e é capaz de conversar com humanos e sentir suas emoções, respondendo de forma mais natural, como se você estivesse mesmo conversando com um amigo.

O software responde como uma garota de 17 anos de idade, e se não souber conversar sobre o tema, pode mentir. Também é capaz de ficar com raiva, sentir vergonha, ser sarcástica, enfim... Os chineses já andam passando um tempo com Xiaoice.

7 - Podem invadir nosso cérebro

Quanto tempo você demoraria para aprender um idioma totalmente diferente do português? Bom, julgamos que muito tempo. Já parou pra imaginar como seria então, se pudéssemos agir feito robôs? Se bastasse instalar um aplicativo em nosso cérebro e pronto, já pudéssemos falar fluentemente o idioma que quiséssemos? Bom, tá aí mais uma coisa que pode se transformar em realidade no futuro.

O diretor de engenharia do Google e também futurista Ray Kurzweil, faz previsões de que em 2030, existam nanobots que possam ser implantados em nosso cérebro, permitindo que façamos um monte de coisas.Guardar suas memórias na íntegra, aprender qualquer coisa de forma muito rápida, ou receber fotos diretamente no cérebro, pode ser algo plenamente possível.

Tudo isso parece realmente incrível, mas a verdade é que isso seria muito arriscado. Se nossos cérebros estiverem conectados à internet, o que impediria que uma outra inteligência artificial bastante poderosa (já sabemos que é possível) tomasse controle sobre nós e nos transformasse em zumbis? Pois é... Bem louco!

E então pessoal, o que acharam? Diz aí pra gente nos comentários!

Isabela Ferreira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
COMPARTILHAR INSCREVA-SE

VER COMENTÁRIOS

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.