7 animais assassinos que, na verdade, estão ajudando a salvar pessoas

30/06/17 às 18h26

O reino animal é cercado por animais fascinantes. São inúmeras espécies, uma mais curiosa que a outra, e muita gente se aventura em meio a esse mundo para manter sempre contato com a natureza. Porém, é bom ter cuidado ao andar por aí em busca de aventuras do tipo, pois você pode acabar dando de cara com um animal que pode te levar à morte.

Os animais venenosos estão espalhados por aí, e muitos deles são capazes de causar grandes problemas para nós. Mas, como a ciência é algo maravilhoso que existe para nos ajudar, cientistas vem desenvolvendo estudos sobre a força do veneno de certos animais, e descobriram que muitos deles, podem auxilar no tratamento de diversas doenças.

Pensando nisso, separamos 7 animais venenosos que estão ajudando a salvar vidas. Dá uma olhada!

1 - Anêmona do Mar

As anêmonas são criaturas aquáticas bem conhecidas. Talvez tenham ficado ainda mais populares após o filme Procurando Nemo, mas a questão é que elas são venenosas e isso auxilia no processo de captura de suas presas, porém, os peixes-palhaço são imunes ao seu veneno.

O curioso é que elas podem ser a solução, ou pelo menos, uma ajuda para a cura de doenças humanas que são autoimunes, como a psoríase (doença na pele) e a esclerose múltipla (doença neurológica). Estudiosos de um empresa de biotecnologia situada em Siattle, estão trabalhando no desenvolvimento de um medicamento com o nome de dalazatide, que é derivado do veneno da anêmona. Ele se propõe a atingir apenas as células causadoras da doença, diferente da quimioterapia, por exemplo, que acaba afetando todo o sistema imunológico do paciente.

2 - Monstro-de-Gila

O Monstro-de-Gila é uma espécie de lagarto que pode ser encontrada nos Estados Unidos. É o único lagarto venenoso do país e pode chegar a medir até 60 cm. Embora seja venenoso, não é capaz de levar um humano à morte, mas ainda assim, sua mordida causa muita dor e sangramento.

Apesar disso, o veneno do animal contem um componente que pode auxiliar no tratamento de pessoas que tenham diabetes tipo 2. Tal componente se parece muito com uma proteína produzida por nós, e ajuda a controlar a quantidade de insulina que produzimos, ajudando os diabéticos de tipo 2 a manter no organismo, níveis saudáveis de glicose. É aplicado em forma de injeção.

3 - Perereca Macaco de Cera

Essa é uma perereca que pode ser encontrada nas Américas do Sul e central. Ela libera secreções de sua pele, compostas por proteína e por um veneno alucinógeno, capaz de causar taquicardia e vômitos.

Foi constatado que seu veneno contem uma proteína que é 40 vezes mais poderosa que a morfina, e não vicia tanto quanto. Além de funcionar como analgésico, ainda vem se mostrando um eficiente combatente do câncer. Isso porque, ele pode limitar o crescimento de vasos sanguíneos, o que auxiliaria no controle do crescimento dos vasos que fornecem os tumores.

4 - Escorpião Amarelo da Palestina

Os escorpiões por natureza, sempre deixam todo mundo em pânico. E não é por menos. Porém, o veneno de um deles, especificamente, do escorpião amarelo da palestina, vem se mostrando também como uma poderosa ferramenta contra o câncer. Seu veneno possui uma toxina que é capaz de se ligar apenas à células cancerígenas, deixando o restante livre. Isso pode ajudar a deixar os tumores mais visíveis, facilitando a vida dos cirurgiões.

5 - Tarântula Rosa Chilena

Cientistas descobriram que o veneno desta tarântula contem uma proteína que pode impedir o corpo de destruir sua própria massa muscular, o que ajudaria muito no desenvolvimento de um tratamento eficaz para a distrofia muscular, que é uma doença genética e não tem cura, fazendo com que os músculos da pessoa vão se deteriorando, até que ela não consiga mais se movimentar.

Vale ressaltar que o tratamento com essa proteína não é sinônimo de cura, mas é capaz de aumentar, e muito, a qualidade de vida do paciente.

6 - Baiacu

O baiacu é um peixe extremamente venenoso, pois contem uma neurotoxina mortal, e é o responsável por milhares de mortes. A toxina afeta o tecido nervoso e pode tornar a pessoas paralítica.

Porém, sabemos que esse tecido também é responsável pela sensação de dor que sentimos, e estudos indicaram que, se consumido em baixas doses, essa toxina age de forma benéfica no tecido nervoso, bloqueando sinais de dor sem nos causar nenhum tipo de problema. É um tratamento muito eficaz para quem sofre com dores crônicas.

7 - Aranha Errante Brasileira

Existe um fato curioso sobre esta aranha: se você for do sexo masculino e for picado, o veneno dela causa efeitos colaterais, fazendo com que você possa ter uma ereção de até 4 horas, e em seguida, pode acabar morto.

Este efeito fez com que cientistas estudassem esse veneno, para ser utilizado em tratamentos de disfunção erétil, principalmente para aqueles em que o viagra não resolve o problema. Neste caso, a aranha não ajuda a salvar uma vida, mas pode ajudar a melhorar!

E então pessoal, o que acharam? Conhecem algum outro animal do tipo que não entrou na lista? Compartilha aí com a gente!

Isabela Ferreira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
COMPARTILHAR INSCREVA-SE

VER COMENTÁRIOS

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.