6 princesas da Disney que sofrem de algum distúrbio mental

11/08/17 às 13h45

A indústria cinematográfica está ficando cada vez maior, para a nossa felicidade, é claro. Para nós, seriadores de carteirinha, não tem nada mais agradável do que acompanhar uma ótima história, seja lá qual for a produção. Estamos desde muito cedo envolvidos com os filmes de ação, terror, comédia, romance e, é claro, nossas queridas animações que são capazes de nos prender em frente a TV ou computador por horas e horas. A forma com que são feitos e as histórias dos personagens chamam a nossa atenção com muita facilidade.

Mas você já parou para reparar nessas animações, principalmente as da Disney e se colocou a pensar sobre o que realmente se trata? Pois é, acontece que muitas princesas, por mais inocentes que pareçam, podem demonstrar algum distúrbio psicológico que você nunca tenha reparado. Sendo assim, a redação da Fatos Desconhecidos juntamente com a Entre Séries e Sagas resolveu buscar um pouquinho mais e listar para cada um dos nossos leitores. Sem mais enrolações, confiram conosco e nos diga ao final o que achou.

1- Alice (Esquizofrenia)

Existe uma grande parcela das pessoas que associam a imagem de Alice à uma garota que sofre de esquizofrenia. No filme, a garota descobre uma porta que a leva para uma outra dimensão, onde ela consegue estender o seu tamanho, encolher, conversar com um gato flutuante e ir contra uma rainha pá que quer sua cabeça. Na verdade, o filme inteiro parecer ser fruto de sua imaginação, o tipo que só acontece quando a pessoa está sob efeito de determinados tipos de drogas ou sofrem de esquizofrenia, que é o mais comum. Uma pessoa esquizofrênica é atormentada com delírios paranoicos, assim como Alice.

2- Aurora (Transtorno Depressivo Maior)

Em 2014, a Disney lançou o filme Malévola, que representa em partes o filme de 1959, A Bela Adormecida. Ambos os filmes mostram a princesa como vitima de uma maldição que a coloca em sono eterno. Por mais que seja difícil acreditar, há vestígios que mostram que Aurora sofre do que é conhecido como "Transtorno Depressivo Maior". Aurora acaba conhecendo um homem e se apaixona por ele, até saber que não poderão ficar juntos e ela terá que se casar com outro que ela se quer conhece. Pessoas que sofrem desse distúrbio perdem a vontade de fazer qualquer coisa e não gostam nem mesmo de ouvir outras pessoas. Age igual ela quando descobre sobre o casamento.

3- Merida (Transtorno da Personalidade Antisocial)

O mundo teve o prazer de conhecer a princesa Merida, do filme Valente. Merida se destaca por lutar por seus direitos, que fogem dos costumes impostos por sua família e a sociedade em que vive. O filme da garota foi bastante elogiado por ser o primeiro a não seguir aquele padrão onde as mulheres devem se casar para serem felizes. Olhando por lado psicológico para a princesa, sua relutância poderia, de fato, ser atribuída ao que é conhecido como Transtorno da Personalidade Anti-Social. Pessoas que sofrem disso não aceitam normas culturais. Eles não costumam seguir regras e raramente respeitam os direitos e sentimentos das outras pessoas. É mais comum entre jovens e adolescentes, o que retrata bem Merida que acaba se afastando emocionalmente de sua família.

4- Tiana (Zoofilia)

A princesa do filme A Princesa e o Sapo também entra na lista e da forma, talvez, mais polêmica. A animação que estreou na Disney em 2009 conta a história bastante conhecida que foi escrita pelos irmãos Grim. Tiana é uma garçonete que quer ter seu próprio estabelecimento. Até que ela se encontra com um sapo que, na verdade, é um príncipe que foi transformado graças a um feitiço maligno. Ela acaba beijando ele e transformando em sapo também. Começa aí uma luta para que consigam voltar ao normal antes que o prazo se esgote. Durante esse tempo, a garota se apaixona por ele.Tiana ainda se identifica como uma humana, mesmo estando transformada e isso complica e a encaixa perfeitamente no perfil de uma pessoa que sofre com zoofilia.

5- Bela (Síndrome de Estocolmo)

Em 1991, a Disney lançou a animação A Bela e a Fera, um filme que se concentrou na relação entre um príncipe que se transformou em uma fera por causa de sua arrogância e a garota que ele prende em seu castelo. Se você sabe o que é a síndrome de Estocolmo, pode perceber que Bela se encaixa perfeitamente no perfil de quem vive isso. Ela desenvolve sentimentos românticos por uma pessoa que a mantém prisioneira. A Fera já é fria, mantém as pessoas presas e tem um temperamento ruim e uma natureza abusiva, e por isso é estranho que Bela se apaixone por ele.

6- Jasmine (Bipolaridade)

Aladdin é um dos filmes que conseguiram conquistar o coração do público de forma única. A animação mostra a vida de um garoto de rua que encontra uma lâmpada mágica e um gênio que o ajuda a salvar a cidade de um grande vilão. Durante sua aventura, ele se encontra com Jasmine, uma princesa. Mas uma das teorias é que Jasmine sofre com transtornos bipolares, que é uma doença bastante depressiva que faz com que as pessoas tenham mudanças de humor incomuns em um padrão cíclico. Uma pessoa bipolar geralmente é impulsiva e participa de comportamentos de risco, que Jasmine exibe quando foge de casa, rouba uma maçã e continua ao lado de um estranho que viaja em um tapete mágico. Essas pessoas se irritam com facilidade e se sentem sem esperança quando ficam deprimidas.

E aí, o que você achou dessa lista? Comenta pra gente aí em baixo e compartilhe com seus amigos.

Via   The Richest  
Imagens Unijumi
Diogo Quiareli
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
COMPARTILHAR INSCREVA-SE

VER COMENTÁRIOS

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.