14 vezes em que os hipster passaram dos limites e foram longe demais

17/05/17 às 18h28

Há alguns anos, a moda e o comportamento hipster eram visto por todos os lados. Barbas gigantes, visual de lenhador, roupas confusas que pareciam não combinar, paixão pelo nostálgico e antigo, etc. Enquanto muita gente se apaixonou pelo estilo, alguns acabaram exagerando demais na vontade de abraçar e causa e cruzaram certos limites.

Se você não sabe do que estamos falando, o termo hipster foi utilizado para se referir a um grupo de pessoas que adotaram um estilo de vida dedicado à música e à arte independente, saudosismo e uma tendência a tudo que não é mainstream, ou seja, comum e popular.

Recentemente, nós mostramos 15 vezes em que essa coisa de signo saiu completamente do controle.

Agora, vamos analisar um pouco daqueles que levaram a moda e o conceito hipster a sério demais. São pessoas que tomaram atitudes consideradas bem estranhas para a sociedade, investindo em modos pra lá de não convencionais na hora de tentar realizar algumas tarefas que poderiam ser feitas de maneiras bem simples.

Vamos conferir algumas situações e ver como esse pessoal passou dos limites!

1 - Esse pessoal que subverteu o abajur e pendurou vários deles de cabeça para baixo no teto

2 - Esse restaurante que trocou os talheres por um pincel

3 - Na falta de pratos esse restaurante achou que estava tudo bem servir tudo direto da panela

4 - Esses hipsters que decidiram comemorar o Natal de uma forma bem diferenciada

5 - Este jovem gostou tanto de seu visual com óculos que os tatuou no rosto

6 - Este homem que decidiu sair montado num camelo no meio da rua como se estivesse tudo normal

7 - Esta mulher decidiu trabalhar numa máquina de tear no meio de uma concessionária de venda de BMW

8 - Este rapaz que levou uma luneta para o passeio para conseguir observar toda a paisagem

9 - O designer que achou que poderia vender um toco de árvore por $98

10 - Este skatista que construiu seu próprio meio de transporte usando uma tábua

11 - Este cliente da Apple Store que usou um velocípede antigo para ir às compras

12 - Este fã de tênis All-Star que tatuou os calçados no próprio pé

13 - Este cara que escreve poemas numa máquina de escrever para pessoas na rua

14 - Este homem que levou um tocador de vinil para ouvir no meio da rua

E aí, o que achou de cada uma das situações? Quem você acha que mais cruzou uma linha na hora de aproveitar a cultura hipster? E você, também chegou a viver parte desse movimento?

PH Mota
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
COMPARTILHAR INSCREVA-SE

VER COMENTÁRIOS

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.